BRASIL

03/01/2013 -- 10:58

Lei que garante FGTS para empregada doméstica depende de aprovação no Senado

Facebook
Twitter
Google +
Whatsapp
Surgerir Pauta
Comunicar Erro

A proposta que amplia os direitos dos empregados domésticos vai valer tanto para os novos contratos quanto para os que já estão em vigor.

A lei torna obrigatórios ítens como o pagamento adicional noturno, as horas extras, o fundo de garantia por tempo de serviço e a jornada máxima de trabalho.

As regras também beneficiam os profissionais que atuam como jardineiros, motoristas ou babás.

A proposta já foi aprovada em dois turnos na Câmara dos Deputados, em Brasília, mas ainda precisa passar pelo Senado.

Alguns direitos, como o pagamento de horas extras, entram em vigor assim que o texto for aprovado.

Outros, como adicional noturno e seguro-desemprego, dependem de regulamentação.

Radio 2
Leia também!
IMPLANTAÇÃO
Correios vão operar na área de telefonia móvel2
BENEFÍCIO
Parcelas do seguro-desemprego com reajuste já estão disponíveis para saque1
A maior parcela que o trabalhador pode receber passou de R$ 1.542,24 para R$ 1.643,72. A menor parcela não pode ser inferior ao mínimo de R$ 937,00
CONVOCAÇÃO
INSS vai fazer "pente-fino" para revisar mais de 2 milhões de benefícios
PALÁCIO
Planalto prevê R$ 356 mil para comprar pães, croissants, frutas e verduras
Alimentos devem ser servidos ao longo do ano nas dependências do palácio e em pequenos eventos; assessoria diz que gasto é R$ 100 mil inferior ao de 2016 e pagamento será feito conforme demanda.
ACUMULADA
Mega-Sena acumula mais uma vez
Ninguém acerta e prêmio acumula em R$ 28 mi
CONTRAÇÃO
ONU prevê queda de 3,2% do PIB brasileiro em 2016 e alta de 0,6% este ano
Acesse a versão clássica
Redecity. © 2017
Google Twitter Whatsapp Facebook