BRASIL

03/01/2013 -- 10:58

Lei que garante FGTS para empregada doméstica depende de aprovação no Senado

Facebook
Twitter
Google +
Whatsapp
Surgerir Pauta
Comunicar Erro

A proposta que amplia os direitos dos empregados domésticos vai valer tanto para os novos contratos quanto para os que já estão em vigor.

A lei torna obrigatórios ítens como o pagamento adicional noturno, as horas extras, o fundo de garantia por tempo de serviço e a jornada máxima de trabalho.

As regras também beneficiam os profissionais que atuam como jardineiros, motoristas ou babás.

A proposta já foi aprovada em dois turnos na Câmara dos Deputados, em Brasília, mas ainda precisa passar pelo Senado.

Alguns direitos, como o pagamento de horas extras, entram em vigor assim que o texto for aprovado.

Outros, como adicional noturno e seguro-desemprego, dependem de regulamentação.

Radio 2
Leia também!
LEI
Farol baixo durante o dia passa a ser obrigatório em rodovias brasileiras
A lei com as alterações foi publicada hoje (23) no Diário Oficial da União
MUDOU DE RUMO
Dólar opera em leve alta, de olho em novas medidas econômicas
Na segunda, a moeda avançou 1,92%, a R$ 3,5823.Em maio, o dólar acumula alta de 4,1% e no ano, queda de 9,2%
POLÊMICA
'Não devo nada', diz Jucá ao afirmar que não pretende deixar ministério
'Folha de S.Paulo' informou que Jucá sugeriu 'pacto' para barrar Lava Jato. Segundo ele, jornal trouxe 'frases soltas' dentro de um diálogo extenso
PRAZO
Termina na próxima terça-feira prazo para licenciamento de veículos placa final 2
A taxa do serviço é de R$ 80,07, mas não basta pagá-la o motorista precisa portar o documento de 2016 para circular a partir de 1º de junho
PRAZO
Microempreendedores Individuais têm até dia 31 para enviar a declaração anual
O contribuinte que fizer a entrega em atraso fica sujeito ao pagamento de multa, no valor mínimo de R$ 50,00, ou de 2% ao mês-calendário ou fração
TRABALHOS
Senado define na terça-feira novo cronograma do processo de impeachment de Dilma
Até agora, já foi dado prazo de 20 dias, que terminam no dia 31 de maio, para que a presidente afastada apresente uma nova defesa por escrito
Acesse a versão clássica
Redecity. © 2016
Google Twitter Whatsapp Facebook