COLUNISTAS

13/07/2017 -- 19:00

Amor surreal

Facebook
Twitter
Google +
Whatsapp
Surgerir Pauta
Comunicar Erro

*Lucinéia Busto Benedito

De um amor de brinquedo,
Uma esperança qualquer,
Quem sabe, não fosse verdade,
Quando dizias, que era sua mulher!

Não fosse o desencanto, fizera aquela paixão
Virar um amargo planto, matando o meu coração!

Quem dera aquela criança, brincar mas não iludir!
Achar que de fato existia, alguém capaz de assumir,
O encanto daquele amor surreal,
Amor de carnaval, que jamais podia existir....

Pensando que era verdade, me entreguei de coração/
Hoje desacredito, que no amor de forma geral,
Só espero o tempo passar,
Querendo que algum dia, de tudo esqueça e então volte a amar!

Lucinéia Busto Benedito
tem 49 anos, nascida e criada em Assis, é pedagoga e desde criança faz versos e poemas e também é compositora
Leia também!
Amor surreal
Acesse a versão clássica
Redecity. © 2017
Google Twitter Whatsapp Facebook