22 de Novembro de 2017
18º/33º
NOTÍCIAS » LOCAL
13/07/2017

Tupã tem o preço mais caro de etanol da região

A média é de R$ 2,36, valor mais alto entre as cidades da região

Das seis cidades pesquisadas na região, Tupã é a que possui o litro do etanol mais caro nos postos de combustíveis, onde os preços estão se mantendo estáveis.

Segundo pesquisa da ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis) o preço médio do litro do etanol e gasolina, praticado pelos postos de combustíveis das cidades de Adamantina, Presidente Prudente, Marília, Tupã e Dracena. Como a ANP não possui dados da cidade de Pompéia, o DIÁRIO fez a pesquisa com base em informações coletadas nos postos daquela cidade.

O litro do etanol mais caro entre as cidades pesquisadas é praticado pelos postos de Tupã, sendo comercializado, em média, a R$ 2,36. O preço mais barato do litro do produto, segundo a pesquisa, é na cidade de Pompéia, onde pode ser encontrado a R$ 1,89 - uma diferença de R$ 0,47, ou 25%.

Em Presidente Prudente, o litro do etanol custa, em média, R$ 2,04; em Dracena, R$ 2,01; em Adamantina, R$ 2,04; e, em Marília, R$ 2,16.

Gasolina

Dracena é a cidade da região que pratica o preço mais caro da gasolina: R$ 3,49 o litro, em média. Em relação ao preço médio, de R$ 3,19, comercializado nas cidades de Marília e Pompéia, o litro do produto tem uma direfença de R$ 0,30, ou 9,5%.

Depois de Dracena, Tupã é a cidade que possui o preço mais caro do litro da gasolina. Por aqui, o litro do produto é comercializado, em média, a R$ 3,38, com uma diferença de R$ 0,19. O valor é cerca de 6% mais caro em relação às cidades pesquisadas, que praticam os preços mais baratos.

Um leitor flagrou, na tarde de ontem, um posto da cidade de Marília comercializando o litro da gasolina a R$ 3,09.

Na cidade de Adamantina, o litro da gasolina é comercializado a R$ 3,32, em média, e, em Presidente Prudente, a R$ 3,35.


Redação Diário de Tupã
+ VEJA TAMBÉM