19 de Setembro de 2017
18º/33º
NOTÍCIAS » SAÚDE
17/07/2017

Rede da Farmácia Popular do Brasil encerra atendimento em Tupã

A rede própria do programa da unidade de Tupã encerra suas atividades hoje, depois de quase 10 anos de funcionamento

A rede própria do programa Farmácia Popular do Brasil, que em Tupã funciona na Rua Aimorés, 2.595, encerra suas atividades hoje, dia 17 de julho, depois de quase 10 anos de funcionamento em Tupã. A unidade foi criada no município no dia 10 de agosto de 2007. Sem disponibilizar recursos para o programa, o governo federal faz o fechamento das 367 unidades do País, que deverão baixar suas portas até a próxima segunda-feira, dia 31 de julho.

A farmacêutica responsável pelo programa em Tupã, Ana Rita Marques Cattaneo, disse que a unidade irá funcionar "a meia porta" até o dia 29 de julho, para informar a população sobre o encerramento das atividades. "Vamos atender e informar a população sobre essa medida e vamos orientar a todos para que procurem os medicamentos nas farmácias credenciadas, que continuarão atendendo", salientou.

A unidade tupãense do programa possui duas farmacêuticas, três auxiliares administrativas e uma auxiliar de serviços gerais, que serão desligadas de suas atividades. A prefeitura não sinalizou um possível remanejamento dessas funcionárias para um de seus departamentos.
As funcionárias foram contratadas por meio de concurso público realizado pelo CRIS (Consórcio Regional Intermunicipal de Saúde), para atuarem somente no programa. Os medicamentos que restaram na unidade serão repassados para as farmácias municipais. A rede própria do programa atendia, diariamente, em Tupã, média de 150 pacientes.

O programa oferecia medicamentos gratuitos para hipertensão, asma e diabetes. Os medicamentos subsidiados em até 90% pelo governo eram os antibióticos, para osteoporose, anticoncepcionais, gastrite, ácido úrico, antifúngicos e outros, que exigem receitas.

A rede própria do programa possui lista com 125 itens de medicamentos, sendo que a rede credenciada conta com apenas 25.

Um abaixo assinado com mais de 2 mil assinaturas foi elaborado e entregue aos representantes do programa em Brasília, solicitando a permanência dos atendimentos em Tupã, mas sem o resultado esperado.

Prefeituras podem optar por manter as unidades próprias com recursos municipais, porém, a atual administração não demonstrou interesse em dar continuidade ao programa por falta de recursos.

Vale lembrar aos pacientes que eram atendidos pela rede própria, que o programa "Aqui tem Farmácia Popular", parceria do Ministério da Saúde com farmácias privadas, continuará funcionando normalmente.


Redação Diário de Tupã
+ VEJA TAMBÉM