22 de Novembro de 2017
18º/33º
ENTRETENIMENTO » COLUNISTAS
25/10/2017

O charme do estilo escandinavo: se inspire e saiba como aplicar!

Se você procura por um espaço clean, minimalista, aconchegante e natural, o estilo escandinavo é perfeito para você!

Gosta de uma decor clean, aconchegante, minimalista e natural? Vem comigo conhecer um pouco mais do estilo escandinavo e saiba como introduzi-lo na sua decoração.

O estilo surgiu no século XX no norte da Europa, em uma região conhecida como Escandinávia e vem ganhando cada vez mais adeptos ao redor do mundo. E não é para menos, a simplicidade e o conforto – suas características principais – quando aliadas a materiais naturais, nobres e artesanais nos trazem um conforto visual e provam que o estilo não é só tendência, mas veio para ficar.

Para começar, desapegue. Uma das principais características dessa decor são cômodos amplos e funcionais, sem aqueles itens desnecessários que fazem volume na nossa casa. A luminosidade natural é explorada através de janelões e na falta dela, aposte pela luz artificial difusa, só que com lâmpadas de luz branca com boa intensidade. Aqui a iluminação amarelada e baixa, que causa sombras e ambientes dramáticos, foge do estilo escandinavo.

A cor predominante deve ser o branco, que rebate a luz, mas a paleta também segue para os tons neutros como cinza, bege, off-white, nude e os tons naturais de madeira. Nos detalhes da decoração, pode apostar em outras cores, de preferência em tons pastel ou na combinação P&B. Na dúvida, aposte no cinza, ele confere estilo e elegância ao ambiente.

Para a composição do espaço, a proposta decorativa do estilo escandinavo é o mix de elementos rústicos e naturais, como algodão, pele, couro, lã, metal, pedras, plantas (os cactos são incríveis e não demandam muita atenção) e madeiras; tudo sempre em cores claras, formas simples e sem excesso de detalhes. Alguns itens típicos da decoração são: madeira, tecidos naturais, plantas silvestres, luminárias, quadros, cerâmicas e objetos de design diferenciados.

Nas salas: Invista em pisos brancos ou bem claros, além do piso de madeira pintado de branco. As paredes texturizadas com pedras ou tijolinhos claros dão um toque especial. Combine o sofá em tons neutros como o cinza, bege ou branco, com almofadas de estampas lisas gráficas bicolores, mantas e um tapete peludinho, criando uma sensação de aconchego. Complemente o ambiente com uma bela composição de quadros, de preferência que tenham desenhos em cores similares e molduras idênticas. Mesas de apoio e outros móveis devem ter linhas geométricas e retas.

Nos quartos: Priorize o aconchego e a simplicidade com roupas de cama claras e não se preocupe tanto com a arrumação. O toque "desarrumadinho" é despojado e determinante no estilo escandinavo. Os armários podem ser claros e até substituídos por araras de madeira clara e cestas/nichos. Criados-mudos com abajures e poltronas confortáveis complementam o ambiente, além do tapete.

No quarto de bebê: Eles não ficam de fora! Os quartos de bebê ganham um charme muito especial com esse estilo. As cores neutras e móveis simples garantem um ar tranquilo no quarto que pode ganhar personalidade através da cortina, das almofadas ou do kit berço com uma cor mais alegre. As estampas gráficas e geométricas também fazem parte da ambientação.

Na cozinha: A cozinha integrada com outros ambientes da casa é quase unanimidade. Nela, aposte em revestimentos para as paredes, como tijolinhos, mármore branco, ladrilhos hidráulicos bi ou tricolores, azulejos no estilo metrô e em tons formando degradê e paginações diferentes, como a escama de peixe que dá um diferencial enorme no visual. Para a decoração a pedida é simplicidade. Os armários geralmente são brancos, sendo que uma opção bacana é fazer os armários superiores em branco e os inferiores em um tom mais escuro, como o cinza. Para quem gosta de arriscar, os armários pretos são totalmente impactantes. Prateleiras para expor objetos e toques em madeira e metal – prefira metais rose gold, dourados e pretos – são um charme à parte. As luminárias pendentes sobre o balcão se tornam um objeto de arte quando escolhidas da forma correta. Abuse também das madeiras de demolição para mesas, tampos de balcões e prateleiras.

Na sala de jantar: Este espaço é especial e ponto chave na hora de receber convidados em casa. Mesas em linhas retas em materiais como madeira natural, mármore e estrutura em metal combinadas com cadeiras em modelos e até cores diferentes – desde que tenham harmonia entre si – podem tornar sua sala de jantar única. Uma luminária especial e arranjos simples de flores ajudarão a compor o ambiente, além de quadros e outros objetos de decoração.

No banheiro: O banheiro também pode incorporar o estilo, e quando bem feito, é um espetáculo à parte na casa. Como na cozinha, o diferencial aqui fica por conta dos revestimentos claros e neutros. Azulejos em formas geométricas, mármore claro, ladrilho hidráulico, paginações diferentes e com cores compostas entre si são essenciais. Uma dica também é trabalhar com o azulejo até metade da parede e pintar a parte de cima com um toque de cor. Para um toque de arte, escolha um espelho com design diferente, como o redondo emoldurado, oval ou hexagonal. Nesse cômodo não deixe as plantinhas de fora: elas podem ter seu lugar e tornar o local mais receptivo.

Se você procura por um espaço clean, minimalista, aconchegante e natural, o estilo escandinavo é perfeito para você! Esse tipo de decoração fica bem em qualquer lugar e clima, então use sua criatividade e crie um ambiente único e cheio de personalidade. Ah, se precisar, posso ajudar! Me encontre nas redes sociais.



Ariadne Bukvar
Ariadne Bukvar é formada em Arquitetura e Urbanismo e atua em projetos arquitetônicos e em arquitetura de interiores. Sempre atenta às tendências da área, busca aplicar novos usos para os materiais, sem deixar de lado a funcionalidade e conforto em cada projeto. Apesar de não se prender a um único viés e transitar por diferentes estilos, é apreciadora do contemporâneo com pinceladas rústicas, sendo que a principal característica de seu trabalho, com ênfase na iluminação, a preocupação com a ocupação do ambiente, pois acredita que a necessidade de cada cliente determina a concepção do projeto.
+ VEJA TAMBÉM