16 de Dezembro de 2018
18º/33º
NOTÍCIAS » SAÚDE

Programa "Vigilâncias em Ação” irá abranger comércio de Tupã

Primeiro encontro de 2018 será na Vison Color nesta quarta-feira (7)

A equipe do projeto "Vigilâncias em Ação” da Secretaria Municipal de Saúde está traçando uma nova proposta para o programa neste ano. Em 2017, o programa percorreu diversos bairros da cidade e também os distritos, levando aos moradores explicações e métodos de combate às arboviroses, que são Dengue, Zika vírus, Chikungunya entre outras doenças.

Os encontros aconteciam semanalmente às terças-feiras, sempre na residência de um morador, através da organização da unidade de saúde do bairro. O "Vigilâncias em Ação” ajudou a Secretaria Municipal de Saúde a estar mais perto da população, ouvindo necessidades e esclarecendo dúvidas.

O objetivo principal do programa é a mobilização social e gerar a adesão da sociedade no combate ao mosquito Aedes aegypti, incentivando a corresponsabilidade do morador no controle de doenças.

De acordo com o secretário municipal de Saúde, Laércio Garcia, o projeto estreitou vínculos da equipe da Secretaria com a população.

"Neste ano de 2018, vamos dar continuidade ao programa ‘Vigilâncias em Ação’ com a inclusão de novos assuntos. Contamos com a parceria de todas as demais secretarias para isso”, finalizou o secretário.

Novas propostas

Em reunião com o prefeito Ricardo Raymundo, o vice Caio Aoqui e o secretariado municipal, que aconteceu na manhã da última terça-feira (6) no Paço Municipal, a equipe apresentou as propostas para o projeto em 2018. A meta é abranger ainda mais pessoas.

De acordo com o médico infectologista Douglas Batistas da Silva, a proposta é levar o programa "Vigilâncias em Ação” à classe trabalhadora, visitando o comércio local. O primeiro encontro irá acontecer nesta quarta-feira (7) na empresa Vison Color, a partir das 16 horas.

"Os moradores se queixavam em relação aos horários do programa, já que muitos estavam no trabalho e não podiam participar. Pensando nisto, decidimos levar a equipe até as empresas, como forma de abranger e conscientizar também a classe trabalhadora”, enfatizou o médico.
Ainda de acordo com infectologista, a ideia é que com o apoio de todas as secretarias, que ficarão encarregadas de auxiliar na vistoria dos imóveis públicos que são de sua competência, seja mais fácil combater o mosquito Aedes aegypti.

"Queremos trabalhar a intersetorialidade neste projeto. A partir do momento em que todas as secretarias atuam em prol do município, também estão proporcionando melhorias na saúde pública. Cada secretaria, em seu âmbito de ação, pode colaborar com o Vigilâncias em Ação”, enfatizou Dr. Douglas.

Ele finalizou afirmando que os resultados do projeto a médio e longo prazo, serão excelentes ao município.

"Tem sido muito gratificante desenvolver o "Vigilâncias em Ação”, pois nós estamos demonstrando aos moradores que a administração não está parada diante da proliferação das arboviroses. Nós estamos vigilantes e trabalhando para combatê-las e conscientizar a população”, concluiu.



Assessoria
+ VEJA TAMBÉM