19 de Junho de 2018
18º/33º
NOTÍCIAS » LOCAL

DIG ajuda prender quadrilha que pretendia estourar banco em Borá

Foram apreendidas duas pistolas, binóculos, bananas de dinamite e farto material para manuseio no banco.

A Delegacia de Investigações Grais de Tupã (DIG) ajudou a desmantelar e prender uma quadrilha especializada em assaltar agências bancárias e que pretendia atacar um banco em Borá, cidade quer faz parte da região atendida pela Delegacia Seccional de Tupã.

Na última na sexta-feira, a equipe da DIG recebeu informações de que a quadrilha liderada por um presidiário conhecido como "Bomba”, que cumpre pena na Penitenciaria de Tremembé, estaria planejando dois crimes de explosão a bancos.

Além de Borá os criminosos também pretendiam atacar na cidade mineira de Senador Amaral. Como o líder da organização criminosa seria beneficiado com o indulto de Páscoa, a equipe da DIG passou a monitorar os movimentos de Bomba.

Os policiais da especializada também se juntaram à força-tarefa policial que também contou com a participação das do DEIC de São Paulo, das polícias Militar e Civil de São Paulo, além do apoio operacional das polícias Civil e Militar de Minas Gerais.

Ainda segundo a polícia, as ações da quadrilha que haviam sido articuladas no sábado, foram colocadas em pratica no domingo, quando parte do grupo saiu da cidade de Mogi Mirim, utilizando dois veículos, um Pointer e um Uno.

O grupo, que se reuniria em uma chácara localizada entre as cidades de Cambuí e Senador Amaral, acabou sendo interceptado pelos policiais, que conseguiram abordar dois veículos na altura da cidade de Pouso Alegre, em Minas Gerais e prender sete suspeitos de pertencer à quadrilha.

Outros dois veículos empreenderam fuga, e com o apoio da PM paulista, foi possível interceptar na altura da cidade paulista de Serra Negra, um dos veículos, o modelo Pointer, que pertence ao chefe da quadrilha. Os três ocupantes do veículo foram presos e com eles foram apreendidas duas pistolas, binóculos, bananas de dinamite e farto material para manuseio no banco.

Já o outro veículo, um Fiat Uno, ainda não foi localizado pela polícia. Graças a ação policial conjunta, que contou com o empenho da DIG de Tupã, foi possível frustrar o roubo na cidade de Borá, que estava prevista para ocorrer amanhã.




Materiais que usados pela quadrilha no assaltado em Borá


Equipe da DIG de Tupã


+ VEJA TAMBÉM