23 de Abril de 2018
18º/33º
NOTÍCIAS » LOCAL

Tupã recebe workshop do Concurso Moda Inclusiva na próxima semana

Os 20 melhores trabalhos inscritos serão apoiados com tecido para a confecção das roupas e participarão do desfile final em um grande evento no final do ano, na capital paulista.

Na próxima quinta-feira (19), a partir das 15 horas, a representante do Concurso Moda Inclusiva, Gabriela Sanchez, estará em Tupã, na sala de reuniões da prefeitura, localizada na Praça da Bandeira, para divulgar a 10ª edição do Concurso Moda Inclusiva com o objetivo de discutir a competição local que acontecerá na cidade no dia 14 de junho.

Já na próxima sexta-feira (20), a partir das 8 horas, na Apae de Tupã, localizada na avenida Artur Fernandes, 780, Vila Marajoara, a representante irá fazer provas de roupas com as pessoas com deficiência da cidade com peças do acervo do Concurso para participarem do evento regional.

Os estudantes e profissionais de moda e saúde da região de Marília devem se inscrever até o dia 8 de junho. O vencedor da região receberá o tecido para confeccionar o look proposto e irá apresenta-lo na edição internacional.O Concurso Moda Inclusiva é uma iniciativa da Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência e tem o objetivo de produzir looks para pessoas com deficiência.

Os interessados podem se inscrever através do link http://modainclusiva.sedpcd.sp.gov.br/CadastroRegional.php até o dia 8 de junho. A inscrição no concurso que acontecerá em Tupã não anula ou substitui a participação na 10ª edição do Concurso Moda Inclusiva Internacional.

Assim como a edição anterior, podem participar do Concurso Moda Inclusiva Internacional estudantes de cursos técnicos, universitários e profissionais de moda e saúde não só do Brasil, mas de todo o mundo. A ideia de tornar o Concurso Moda Inclusiva internacional surgiu da necessidade de convidar participantes de todo o mundo a compartilhar soluções inovadoras que podem contribuir no bem estar e na qualidade de vida das pessoas com deficiência, além de apresentar novos conceitos à moda.

Os 20 melhores trabalhos inscritos serão apoiados com tecido para a confecção das roupas e participarão do desfile final em um grande evento no final do ano, na capital paulista. Os três melhores colocados serão premiados.O Brasil tem, hoje, cerca de 45 milhões de pessoas com algum tipo de deficiência. Somente no Estado de São Paulo, esse contingente ultrapassa 9 milhões. Há um grande mercado de produtos e serviços para atender as demandas específicas desse segmento.


Redação Folha do Povo
+ VEJA TAMBÉM