22 de Junho de 2018
18º/33º
NOTÍCIAS » LOCAL

Provas de concurso foram suspensas por determinação judicial

O concurso público seria aberto para o preenchimento de 14 vagas na prefeitura

A Prefeitura de Tupã suspendeu a aplicação das provas objetivas do edital nº 2/2018, previstas para acontecer no último domingo, dia 10, e no próximo domingo, dia 17 de junho. O edital publicado no último sábado, dia 9, destaca que as provas estarão suspensas até "ulterior deliberação pela administração”.

O concurso público seria aberto para o preenchimento de 14 vagas na prefeitura, para os respectivos cargos: biólogo, médico cardiologista, médico clínico geral, médico do trabalho, médico ginecologista - obstétrico, médico neurologista, médico oftalmologista, médico ortopedista, médico pediatra, médico psiquiátrico, médico veterinário, motorista, ADI (auxiliar de desenvolvimento infantil) e monitor de transporte escolar. Os salários variam de R$ 1.019,94 a R$ 6.326,51.

Suspensão

As inscrições foram concluídas no dia 28 de maio. O Conselho Regional de Biomedicina da 1ª Região ingressou com mandado de segurança coletivo contra a empresa "Dédalus Concursos”, que deveria aplicar as provas, para solicitar aumento de prazo em até dez dias para as inscrições ao cargo de biólogo.

"O Conselho Regional de Biomedicina 1ª Região entrou com pedido de liminar para que o profissional biomédico possa participar do concurso público da Prefeitura de Tupã, no interior de São Paulo”, afirmou a nota publicada pelo conselho.

"Informamos que a liminar na cidade de Tupã fora concedida para os biomédicos poderem participar do concurso”, acrescentou.
Em sua liminar, o juiz Fábio Alexandre Marinelli Sola destacou que "a concessão da medida liminar é de rigor”.

Segundo o magistrado, a não concessão da medida antecipatória poderia levar a maiores prejuízos, não só ao corpo representado pela impetrante, como também ao próprio município e demais participantes do certame, com sua possível anulação. "Enfim, mostra-se conveniente a abertura do leque de candidatos, eis que ao final, será mais fácil eventual exclusão de alguns, do que a renovação do concurso”, disse.

Sola deferiu o pleito liminar e determinou o aumento no prazo das inscrições para o cargo de biomédicos, por mais dez dias. "...é direito dos candidatos saber os termos em que estão sendo admitidos a avaliação...”, ressaltou o magistrado.

Pelo menos por enquanto, a prefeitura ainda não definiu novos prazos para o concurso.

Redação Diário de Tupã
+ VEJA TAMBÉM