21 de Setembro de 2018
18º/33º
NOTÍCIAS » LOCAL

Operação conjunta PM e Polícia Civil prende 10 pessoas em Tupã

Em Tupã a operação foi iniciada por volta das 6h e mobilizou 49 policiais e 16 viaturas.


Parte da equipe que autuou na operação em Tupã.


As polícias Civil e Militar realizaram uma megaoperação conjunta durante esta quinta-feira (13) em todo o estado de São Paulo para dar cumprimento a 6,5 mil mandados de prisão. De acordo com a Secretaria Estadual de Segurança Pública (SSP), o objetivo da operação era executar mandados expedidos desde 2015 que ainda não haviam sido bem sucedidos por diversas razões, incluindo a dificuldade de localização do acusado.

Em Tupã a operação foi iniciada por volta das 6h e mobilizou 49 policiais e 16 viaturas. De acordo com as informações, durante a ação os policiais militares e civis deram comprimento a 9 mandados de prisão, sendo 6 civis e 3 criminais. No total, 10 pessoas foram presas, uma delas acusada de promover o tráfico drogas na cidade.

Segundo a polícia, o acusado, C.R.A.C., mais conhecido como "Pimenta”, foi preso por volta das 7 horas, na rua Guilherme Delvale Fernandes, Jardim Unesp ll. Uma equipe de policiais realizava diligências no bairro e avistou o suspeito defronte à residência.

De acordo com a ocorrência, ao perceber a aproximação das viaturas policiais, C.R.A.C. se portou de modo suspeito. Os policiais abordaram o suspeito e ao revistar o local com o auxílio dos cães farejadores Blitz e Abaré, encontraram no canteiro central da via, defronte à residência de C.R.A.C., uma balança de precisão digital juntamente com um tubo plástico contendo 14 invólucros de substâncias semelhante a crack e 9 invólucros contendo substância semelhante a maconha.

Em seguida, com a autorização da esposa do suspeito, os policiais realizaram na residência e encontraram uma escada de metal armada no corredor lateral da casa. Os policiais subiram a escada e ao vistoriar o beiral do telhado localizaram uma porção de tijolo prensado de maconha envolto em plástico filme que estava escondida em um vão junto a vigota estrutural.

Já no interior da residência, os policiais localizaram outro pedaço de tijolo prensado de maconha, que estava junto à churrasqueira, além de diversas embalagem tipo "sacolé" idênticas as embalagens das drogas encontradas no canteiro central. Além disso, no quarto de C.R.A.C. foi encontrada a quantia de R$ 378 em notas fracionadas. Ele foi detido e encaminhado à Central de Polícia Judiciária (CPJ), onde foi autuado em flagrante delito por tráfico de entorpecentes, permanecendo preso à disposição da audiência de custódia.


Droga e dinheiro apreendido durante ocorrência de tráfico.


No estado

Já o resultado final da megaoperação no estado deve ser divulgado hoje. O balanço parcial divulgado pela Secretaria de Segurança Pública aponta que até o final da tarde 1.829 mandados de prisão haviam sido cumpridos, que resultaram na prisão de 1.653 pessoas e apreensão de 68 adolescentes.

Segundo a Secretaria, a soma dos mandados cumpridos ultrapassa o total de pessoas presas, pois pode haver mais de um mandado contra um mesmo acusado. A grande maioria, 1.113 pessoas, foram presa por ter cometido crimes, enquanto cerca de 600 foram detidas por mandados cíveis decorrentes de não pagamento de pensão alimentícia.

Ainda segundo o balanço parcial, 51 pessoas que foram presas durante a operação em flagrante cometendo crimes, como tráfico de drogas ou porte de arma de fogo. Os policiais também apreenderam 11 armas e 940 quilos de drogas, sendo 930 quilos de maconha.
A Secretaria Estadual da Administração Prisional (SAP) ficará responsável por custodiar os presos, enquanto o Judiciário deve realizar audiências de custódia com todos os detidos nas diferentes cidades no prazo de até 24 horas. Com a megaoperação de ontem, a Secretaria de Segurança Pública pretende reduzir consideravelmente o número de mandados de prisão pendentes.

De acordo com o Conselho Nacional de Justiça (CNJ), São Paulo foi o estado com maior número de mandados de prisão não cumpridos em 2017. Somente naquele ano, o estado registrou um total de 175.219 mandados de prisão não executados.


Legenda (2): Drogas e dinheiro apreendidos ontem, durante operação conjunta

+ VEJA TAMBÉM