16 de Outubro de 2018
18º/33º
NOTÍCIAS » DESTAQUE

Pais aprovam implantação do Ensino Fundamental na Escola Esperança

Para atender a nova demanda de alunos, a Escola Esperança irá construir um novo prédio em uma área adquirida recentemente no centro da cidade.

A Escola Esperança de Tupã se prepara para dar mais um grande passo na sua história; a implantação do Ensino Fundamental. Para esclarecer possíveis dúvidas e explicar essa nova proposta, a diretoria da escola realizou uma reunião com pais de alunos que irão iniciar o 1º ano do Ensino Fundamental em 2019.

A diretora e pedagoga Vanessa Satolo garantiu que a nova grade seguirá a mesma linha que a Escola Esperança vem trabalhando e se destacando pelo seu pioneirismo. Uma das propostas, segundo Vanessa, é não trabalhar com material apostilado.

"Ele não casa com a nossa filosofia em entender a criança como um ser único. Não tem flexibilidade para trabalhar a necessidade de cada turma. Isso não significa que a Escola Esperança não atendará os conteúdos programados pela Base Nacional Comum Curricular, inclusive, iremos muito além do que é solicitado. Nós trabalhamos esses conteúdos da maneira que acreditamos atender as demandas de cada criança. Por exemplo, ao invés de deixar a criança 4 horas sentada em uma sala de aula, não vamos privá-la do contato com a natureza e o parque”, destacou Vanessa.

Outro diferencial dessa nova proposta da implantação do Ensino Fundamental na Escola Esperança é a quantidade de crianças em sala de aula.

"Nós não iremos trabalhar com salas numerosas. Vamos trabalhar com um número reduzido de alunos para dar apoio e suporte a cada indivíduo. Estamos estudando manter uma auxiliar em cada sala, para garantir um atendimento mais individualizado”, lembra Vanessa.


A Escola prioriza o contato com a natureza e desenvolve o lado lúdico das crianças.


PROJETOS

Uns dos diferenciais da Escola Esperança é que todo conteúdo teórico discutido em sala de aula é assimilado pelos alunos através de projetos práticos. A Escola pretende dar continuidade nesse trabalho, que é feito desde o Berçário, Maternal e Pré-Escola, e agora também no Ensino Fundamental.

"Continuaremos trabalhando com projetos com base no conteúdo do Ensino Fundamental, gramática, história, português, entre outros. Pois sabemos que isso possibilita que criança tenha um aprofundamento e reflexão maior do conteúdo”, destaca a pedagoga.

A Escola ainda mostrou aos pais que estiveram presentes na reunião todo o material didático que será utilizado pelas crianças do Ensino Fundamental. Além de seguir a matriz curricular, a escola ainda irá oferecer aula de inglês e música.

Uma das mães que esteve presente e parabenizou a atitude da escola foi a Aline Gotardi, mãe da Valentina, que no próximo ano irá estudar no 1º ano. Aline complementou que sempre sentiu confiança na filosofia de ensino praticada pela Escola Esperança.

"Desde quando coloquei a minha filha Valentina na escola, eu sempre me senti muito tranquila. Porque eles priorizam o lúdico, eles oferecem conteúdo a mais para criança, que tem oportunidade de brincar, de compartilhar e muitas outras coisas. A minha filha volta muito feliz para casa. Isso é um diferencial”, completa a mãe.

Aline que já estava preocupada que teria que procurar outra escola para que sua filha pudesse continuar os estudos, já que até então, a Esperança somente oferecia a Educação Infantil, afirmou que agora está aliviada com a implantação do Fundamental.

"Eu gostei muito da proposta do Fundamental. Você percebe que é um conteúdo mais leve, claro que dentro da diretriz que é exigida, mas que mantém a proposta de ficar atenta a dificuldade de cada criança. Outra coisa que eu gostei muito, são menos crianças. É uma qualidade maior de ensino. Você vê que a Escola se preocupa com a educação, com a saúde e com a formação de seres humanos melhores”, conclui Aline.

A cofundadora da Escola Esperança, Claudia de Barros Cisneros, destacou que esse era o sonho da direção da escola, poder dar continuidade ao ensino e contribuir com a formação moral de cada criança que inicia na escola desde o berçário.

"Fundamos a escola com intuito de buscar a educação do ser integral, não apenas o intelecto, mas buscando o desenvolvimento moral dessas crianças, aprendendo a lidar melhor com seus sentimentos e emoções. Por acreditarmos que as crianças até os 7 anos vivem a sua fase mais produtiva para que esses ensinamentos sejam compreendidos, nós sempre tivemos o sonho de levar a Escola Esperança até o 5º ano do Fundamental. Com a Graça de Deus, em 2019 vamos realizar esse sonho e iremos iniciar com o 1º ano do Ensino Fundamental na Escola; a partir de 2020, nós teremos o 1º e 2º ano, e assim por diante”, ressalta Cláudia.

A Escola Esperança iniciará em 2019 o 1º ano do Ensino Fundamental e, a cada ano, vai seguindo uma nova série até em 2023, quando será concluída a implantação do Fundamental com o 5º ano. Os pais que tiverem interesse em saber mais sobre o Ensino Fundamental podem procurar a escola na Rua Antônio Digigow, esquina com a Rua Nhambiquaras, 231, centro de Tupã. Mais informações, ligue: (14) 3491-1440.

NOVA ESCOLA

Para atender essa demanda, a direção adquiriu recentemente uma área de 7,5 mil metros quadrados no centro da cidade, que abrigará as novas salas de aula e ainda possibilitará as crianças contato com a natureza.

"Os espaços livres, os espaços de natureza que a gente sabe que as crianças precisam e que condizem com a nossa proposta de ensino, nós teremos nesse novo espaço, recentemente, adquirido pela escola”, lembra a diretora Vanessa.

"Com o crescimento da Escola Esperança, o espaço que temos hoje ficará pequeno e, se Deus permitir, em 2020 estaremos instalados na nova sede. Com isso, esperamos poder contribuir para uma sociedade mais justa, ensinando as crianças sobre o amor e a fraternidade”, ressalta Cláudia.

As obras acontecerão durante todo o ano de 2019. A proposta é que a salas de aula contenham o que há de mais avançado para o ensino, incluindo lousa digital. A lousa digital é como uma tela imensa de um computador, porém mais inteligente, pois é sensível ao toque. Desta forma, tudo o que se pensar em termos de recursos de um computador, de multimídia, simulação de imagens e navegação na internet é possível com ela.


Pais compareceram a reunião para tirar dúvidas.


Material didático que será utilizado foi apresentado na reunião.


Redação TupaCity
+ VEJA TAMBÉM