18 de Junho de 2019
18º/33º
NOTÍCIAS » REGIÃO

Com novo tipo de vírus e aumento de casos nos últimos meses, Bauru vive ameaça de surto de dengue

Cidade registrou mais de 100 casos nos últimos dois meses do ano, com registro da circulação do tipo 2 da doença, que não aparecia desde 2011. Bairros Jaraguá e Santa Edwiges já vivem situação epidêmica.

O aumento dos casos de dengue nos últimos dois meses do ano passado, com o registro da circulação do vírus do tipo 2, indicam que Bauru (SP) abre o ano de 2019 sob ameaça de sofrer um novo surto da doença, o que não acontece na cidade desde 2015, quando foram registradas 8.482 ocorrências com seis mortes.

Segundo dados da Secretaria Municipal de Saúde, Bauru fechou o ano de 2018 com 132 casos de dengue, a maioria deles confirmada nos últimos dois meses – 104 pessoas tiveram a doença em novembro e dezembro.

Além deste aumento de casos nos últimos meses, a maior preocupação das autoridades de saúde é o retorno do vírus do tipo 2, que não circulava na cidade desde 2011. Isso indica que milhares de moradores podem ficar doentes de novo.

A médica infectologista Geovana Nogueira de Lima explica que o aparecimento de um novo vírus é um fato preocupantes.

"Quando a pessoa já teve dengue e se contamina com um outro sorotipo, ela tem uma chance maior de ter complicações e precisar de internação, tomar soro, situações que ela não viveu na primeira ocorrência da doença", diz a médica.

Segundo a Vigilância Epidemiológica, de cada dez casos confirmados de dengue, nove aconteceram em bairros como Parque Jaraguá e Santa Edwiges. Os moradores destas regiões já estão vivenciando um surto da doença.

O diretor da Vigilância Epidemiológica de Bauru, Ezequiel dos Santos reforça o alerta de cada morador precisa fazer sua parte para a cidade não encarar uma nova epidemia de dengue.

"Se a transmissão da forma que está se sustentar e sair daquela região, começar a ir para outras áreas da cidade, para outros bairros, logo a gente vai ter um quadro epidêmico” diz Ezequiel dos Santos.

Para tentar evitar que o surto se alastre para outros bairros, a prefeitura intensificou o combate ao mosquito Aedes aegypti na região do Parque Jaraguá.

Os agentes visitam as casas toda semana e estão usando até um aspirador para acabar com os mosquitos que ficam escondidos nos cantinhos das casas.




G1
+ VEJA TAMBÉM