21 de Julho de 2019
18º/33º
ENTRETENIMENTO » COLUNISTAS

Mundo Competitivo

Roberto Kawasaki é economista pela FEA-USP, Professor da FACCAT e colunista do TupaCity.

*Roberto Kawasaki

Neste momento grave da História Econômica Brasileira, nossos governantes federais, seja do Executivo quanto do Legislativo, se mostram excessivamente descontrolados, emotivos e irresponsáveis.

Há a necessidade inadiável de se aprovar a reforma da Previdência Social, ainda que venha sofrendo ataques vindos de vários segmentos sociais, mesmo que desconhecedores da gravíssima situação fiscal e financeira do setor público, que se mostra incapaz de pagar religiosamente em dia as contas públicas.

O Presidente Bolsonaro e o Presidente da Câmara Federal, Rodrigo Maia, estão envolvidos num embate acalorado público que é inaceitável, sob quaisquer pontos que se queira analisar. Ainda que saibamos que o Deputado Rodrigo Maia esteja reagindo face a prisão de seu sogro, ex-ministro Moreira Franco, agora solto pelo TRF-RJ, o Presidente Bolsonaro não pode se envolver nesse embate.

Pois, queira sim ou queira não, a figura do Presidente Maia é de fundamental importância nesse contexto da tramitação da reforma da Previdência Social. Ou será que nós esquecemos o embate recente entre Dilma X Eduardo Cunha?

Não há dúvida alguma, que face a sociedade do conhecimento e a tecnologia da informação que permitem a transmissão em tempo real das informações, portanto, nenhum fato ou notícia podem ser escondidos, e com isso, o onipotente mercado financeiro reage rápida e negativamente aos embates Bolsonaro X Maia, prejudicando o processo de retomada do crescimento econômico que se mostra extremamente fragilizado nesta conjuntura política amadora e infantil.

Senhores, Presidente Bolsonaro e Maia, baixem a bola, restabeleçam agilmente as confabulações de tal forma a permitir que a fundamental reforma da Previdência possa seguir seu curso natural e contínuo. Ah, Presidente Bolsonaro, chegou no limite suas ações nas redes sociais.

Agora, é necessário que o Porta Voz do Governo seja o meio de comunicação com a sociedade. E também é necessário que seus filhos sejam contidos, porque parecem animais perdidos numa loja de louças e porcelanas. A questão da governabilidade é peça angular no processo de negociações entre Executivo e Legislativo, que permitam o trâmite regular das novas legislações e viabilizem as séries de reformas urgentes que o Brasil e seus jovens aguardam ansiosamente.

Chega de brincadeira e de despreparo infantil e irresponsável.

Afinal de contas, são mais de 12 milhões de desempregados e mais de 30 milhões de subempregados que inviabilizam o desenvolvimento do Brasil.

Chegou a hora de pessoas adultas, sérias, responsáveis e preparadas para conduzir o Brasil ao cenário internacional competitivo, profissional, complexo e mutante.

Roberto Kawasaki
*Roberto Kawasaki é economista pela FEAUSP, Professor dos cursos de Administração, Sistemas de Informação, Arquitetura e Urbanismo, Jornalismo, Publicidade e Propaganda e Engenharia de Produção da FACCAT e articulista da Folha do Povo e do TupaCity.com
+ VEJA TAMBÉM