17 de Novembro de 2019
18º/33º
NOTÍCIAS » LOCAL

Transporte urbano: passageiros ainda esperam por reformas nos pontos de ônibus

Empresa responsável pelo serviço de readequação, disse que, até o momento, sete pontos de ônibus foram reformados.

A Prefeitura de Tupã ainda não resolveu o problema da falta de estrutura dos pontos de ônibus. O contrato com a empresa vencedora da licitação foi assinado no mês de agosto de 2018. Como parte do acordo firmado com a prefeitura, a empresa se comprometeu em readequar os pontos de ônibus da cidade. Mas, muitos desses locais ainda estão inadequados para abrigar os passageiros, como é o caso do ponto de ônibus localizado na Rua Mandaguaris, esquina com a Avenida Tapuias, em frente ao AME (Ambulatório Médico de Especialidades).

A paciente Neide da Silva, de 61 anos, veio da cidade de Osvaldo Cruz para se consultar em Tupã. Após seu atendimento médico, buscou um lugar à sombra, mas teve que esperar o ônibus em pé, pois não havia condições de se sentar no ponto de espera. "Eles deveriam arrumar esse ponto com cobertura para as pessoas. Nós deixamos de sentar e as coisas estão caindo. Está todo mundo em pé e não pode sentar porque o sol queima”, disse. "Isso (a estrutura) foi tombada ou alguém derrubou. Eu sempre uso esse ponto”, acrescentou.
Neide chegou a ficar cerca de 1 hora em pé, encostada no ponto, para esperar o ônibus.
Essa é a terceira vez, em um ano, que Marina Ferreira Sobrinho, de 34 anos, sai de Lucélia para receber atendimento médico no AME de Tupã. E pela terceira vez, ela também esperou o transporte público em pé, encostada em um muro, à beira de uma sombra. "Para nós que precisamos, é ruim. Não tem sombra, o pessoal tem que ir para o outro lado, e ainda tem motoristas que são estúpidos. Tem hora que perdemos o ônibus e temos que pegar carona para uma cidade mais perto. É difícil. Não tem sombra para a gente. Não podemos nem sentar. Temos que ficar em pé”, ressaltou.

Empresa

A empresa "MB Mídia” responsável pelo serviço de readequação, disse que, até o momento, sete pontos de ônibus foram reformados.
A empresa destacou ainda que todos os pontos serão redeaquados, no mesmo padrão e pintados em verde, que é a cor da empresa.
Segundo o levantamento, serão readequados 90 pontos de ônibus no município, 32 com abrigos e 58 no padrão "pirulito”, que são os postes de identificação de paradas de ônibus. "Nem todos os pontos terão as lixeiras ainda, mas temos o direito de explorar todos os 90 pontos de ônibus da cidade”, afirmou em nota.

De acordo com o contrato, a empresa tem até o mês de novembro de 2020 para readequar os pontos de ônibus. Mas, segundo a empresa, a previsão é instalar os pontos de ônibus até o final deste ano. "Estamos fazendo um trabalho que demanda tempo e muito dinheiro, pois será investido na cidade mais de R$ 250 mil nesse projeto, onde serão instalados abrigos de ônibus, ‘mini mupi’ (lixeiras exclusivas em vidro) e painéis ‘mupi’”, afirmou.
A empresa pede que a população colabore para combater os atos de vandalismo praticados contra os pontos de ônibus, abrigos e lixeiras instaladas nesses locais.



Diversos pontos estão sucateados no município


Redação Diário
+ VEJA TAMBÉM