18 de Agosto de 2019
18º/33º
NOTÍCIAS » SAÚDE

Atendimentos na UPA de Tupã aumentaram quase 70% nos cinco primeiros meses

Números são referentes ao mesmo período do ano passado. Epidemia de dengue causou superlotação na UPA.

O número de atendimentos na Unidade de Pronto Atendimento de Tupã (UPA) aumentaram em quase 70% de acordo com dados emitidos até ontem, 6 de junho, em relação ao mesmo período do ano passado.

De acordo com a enfermeira coordenadora da UPA, Erika Doretto, de 1º de janeiro de 2018 a 6 de junho de 2018, foram prestados 22.278 atendimentos. Já de 1º de janeiro de 2019 a 6 de junho, 37.846 pessoas passaram pela unidade.

A diferença é de 15.568 atendimentos, quase o dobro na comparação entre o ano passado. Só no mês de abril, foram mais de 9 mil. Segundo Erika, o motivo do aumento é principalmente a epidemia de dengue que acometeu o município neste ano, mais de 4.500 pessoas notificadas com a doença.

Mas, Erika afirma que os fatores que contribuíram para que a procura pela UPA começasse a diminuir, foram a abertura da Unidade de Saúde da Vila Formosa em período estendido e também a reabertura do Pronto Socorro da Santa Casa.

"O frio também faz com que as pessoas evitem vir à UPA. Ontem e anteontem, por exemplo, foram dias bastante tranquilos na unidade", explicou.

Dengue

A epidemia de dengue deste ano é a maior já registrada no município, ficando à frente do ano de 2015. Até o momento, cinco mortes já foram registradas em decorrência de complicações pela doença.

A epidemia acabou causando superlotação na UPA e gerou desconforto em grande parte dos pacientes atendidos, já que a unidade era o único meio de atendimento espontâneo e 24h à população.

O pronto-socorro do Hospital Santa Casa só voltou a atender casos como dengue e demais casos que não são acidentes ou extremamente graves, na última semana. Também na última semana, a prefeitura emitiu decreto de emergência por conta da dengue.


Epidemia de dengue causou superlotação na UPA.


Redação Tupacity.com
+ VEJA TAMBÉM