21 de Julho de 2019
18º/33º
NOTÍCIAS » LOCAL

Por falta de propostas, prefeitura revoga licitação para recapeamento asfáltico de Tupã

Empresas não participaram da licitação para apresentação de propostas e o projeto foi adiado.

Diversas ruas deverão continuar esburacadas na cidade, pois a licitação aberta para a contratação dos serviços de recapeamento asfáltico foi revogada pela Prefeitura de Tupã.

Empresas não participaram da licitação para apresentação de propostas e o projeto foi adiado.

Segundo o edital, a prefeitura iria contratar uma empresa para realizar 12 mil metros quadrados de recapeamento asfáltico. Os trabalhos seriam desenvolvidos em novas frentes de trabalho da operação "tapa-buracos”, que foram suspensas por falta de material.

A prefeitura busca por recursos junto aos governos federal e estadual, para realizar investimentos de infraestrutura, mas os recursos ainda não foram conquistados.

O município conta com um caminhão-usina para realizar o recapeamento asfáltico, mas a falta de recursos tem dificultado os trabalhos.

Com isso, a alternativa mais rápida e barata para dar uma resposta imediata à população é executar novas etapas da operação "tapa-buracos”. Os trabalhos são realizados com materiais à frio e possuem durabilidade menor em relação ao recapeamento asfáltico executado com materiais à quente, com maior durabilidade.

Segundo dados do Portal da Transparência, a prefeitura investiu R$ 893.852,89 com pavimentação asfáltica entre os dias 1º de janeiro a 12 de junho deste ano.

A prefeitura ainda não anunciou quando novas emendas parlamentares poderão ser destinadas por deputados ao município, para amenizar os problemas enfrentados pela população, com a falta de infraestrutura e pavimentação asfáltica. O problema acomete, principalmente, os moradores da periferia, que solicitam, constantemente, o investimento nesses serviços.

Jornal Diário
+ VEJA TAMBÉM