06 de Dezembro de 2019
18º/33º
NOTÍCIAS » BRASIL

Empresário comete suicídio em frente ao ministro e governador de Sergipe

O evento era transmitido pela equipe de assessores quando foi interrompido pelo estampido do tiro.

O empresário gaúcho Sadi Paulo Castiel Gitz, da cerâmica Escurial, cometeu suicídio durante um evento em Aracaju, capital de Sergipe, na manhã desta quinta-feira (4).

O Governo do Estado de Sergipe lamentou o ocorrido por meio de uma nota pública.

O evento discutiria aspectos relacionados à produção e oferta de gás em Sergipe, as estratégias do Governo Federal e Estadual para a área, além da visão de instituições e empresas envolvidas no tema. No evento, estava presente o Ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque.

Uma transmissão ao vivo compartilhada no perfil oficial nas redes sociais do governador de Sergipe, Belivaldo Chagas Silva, mostra o momento em que os participantes do Simpósio de Oportunidades para o novo cenário do gás natural se comovem com o suicídio do empresário.

O evento era transmitido pela equipe de assessores quando foi interrompido pelo estampido do tiro. Após esse momento, os participantes se levantam e deixam o local. Minutos depois, por nota, o governador informou que o simpósio seria cancelado. A informação é de que, antes de cometer o suicídio, ele teria se levantado e afirmado "Belivaldo, você é um grande mentiroso." Na sequência, teria atirado.

De acordo com informações da TV Atalaia, afiliada da Record TV em Sergipe, no mês de maio, a fábrica de cerâmica em que Sadi era diretor presidente, localizada no município de Nossa Senhora do Socorro, na Grande Aracaju, entrou em processo de hibernação.

A companhia havia perdido mais de 600 empregos diretos e indiretos. Um dos motivos para o processo de hibernação teria sido o preço do gás cobrado pela Sergipe Gás (Sergas), empresa concessionária do Governo do Estado.

Quem era o empresário

Nascido em Porto Alegre, Sadi Gitz é graduado em Matemática, Engenharia Mecânica e Administração. Pós-graduado em Engenharia Naval e Engenharia de Segurança pela PUC do Rio Grande do Sul, com MBA em Gestão pela Fundação Getúlio Vargas.

No serviço público atuou na SMTT (Superintendência de Transporte e Trânsito) e na Emsurb (Empresa Municipal de Serviços Urbanos). Ex-presidente da Acese (Associação Comercial e Empresarial de Sergipe), atualmente é diretor presidente da Cerâmica Sergipe S/A, fundada por ele em 1986.

Rede de apoio

O Brasil possui atendimento gratuito e anônimo para apoio emocional e prevenção do suicídio para pessoas que estejam lutando contra a depressão. O atendimento pode ser realizado por email ou bate-papo pelo site do Centro de Valorização da Vida (CVV), ou pelo número de telefone 188, 24 horas por dia.


Nascido em Porto Alegre, Sadi Gitz era graduado em Matemática, Engenharia Mecânica e Administração

Correio do Povo | Foto: Silvio Rocha / Prefeitura de Aracaju / Divulgação
+ VEJA TAMBÉM