19 de Fevereiro de 2020
18º/33º
SERVIÇOS » EMPREGO

Pelo segundo mês consecutivo, demissões em Tupã superaram as contratações

O município caiu três posições no ranking regional do emprego no mês de abril.

Com um mercado de trabalho cada vez mais retraído, Tupã encerrou o mês de abril em último lugar no ranking regional do emprego. Pelo segundo mês consecutivo, as demissões registradas em Tupã superaram as contratações.

O município caiu três posições no ranking regional do emprego no mês de abril.

Em março, Tupã ficou na 10ª colocação no ranking regional do emprego, com 467 contratações, 491 demissões e saldo negativo de 24 empregos.

No mês de abril, o mercado de trabalho local aumentou as demissões e Tupã encerrou o mês passado com 472 contratações, 495 demissões e saldo negativo de 23 empregos. No mês de abril Tupã ficou em 13º lugar no ranking regional do emprego.

Região


Das outras 12 cidades pesquisadas, Presidente Prudente foi a que apresentou o melhor saldo no número de contratações. O município ficou em 1º lugar, com 2.241 novas contratações, 1.713 desligamentos e saldo positivo de 528 vagas de emprego formal. Marília ficou em 2º lugar no ranking, com 2.099 contratações, 1.806 demissões e saldo positivo de 293 empregos.

Em 3º lugar ficou Adamantina com 526 contratações, 264 demissões e saldo positivo de 262 empregos. Em 4º lugar ficou Lucélia, com 441 contratações, 211 demissões e saldo positivo de 230 empregos.

Em 5º lugar ficou Osvaldo Cruz. No mês de abril, foram registradas, no município, 263 contratações, 154 demissões e saldo positivo de 109 empregos. Em 6º lugar ficou Parapuã, com 157 contratações, 55 demissões e saldo positivo de 102 empregos.

O município de Dracena ficou em 7º lugar, com 372 contratações, 280 demissões e saldo positivo de 92 empregos. Em 8º lugar ficou Rancharia, com 266 contratações, 177 demissões e saldo positivo de 89 empregos.

Pompéia ficou em 9º lugar, com 145 contratações, 120 demissões, e saldo positivo de 25 empregos. Quatá ficou em 10º, com 40 contratações, 21 demissões e saldo positivo de 17 empregos. Em 11º, ficou Rinópolis, com 40 contratações, 41 demissões e saldo positivo de um emprego.

Negativo


Na região, apenas dois municípios apresentaram saldo negativo no número de contratações: Bastos e Tupã.

O município de Bastos ficou em 12º lugar, com 221 contratações, 243 demissões e saldo negativo de 22 empregos. Tupã ficou em 13º lugar.

Setores da economia


No mês de abril, o setor que mais aqueceu a economia com geração e permanência de empregos foi o de serviços, com 181 contratações, 148 demissões e saldo positivo de 33 empregos; seguido da agropecuária, com 63 contratações, 47 demissões e saldo positivo de 16 empregos.

Em terceiro lugar ficaram os setores da administração pública, com uma contratação e uma demissão; serviço industrial de utilidade pública, uma contratação e uma demissão; e extrativa mineral que não contratou nem demitiu funcionários no mês de abril.

O setor de construção civil contratou sete funcionários, demitiu 18 e teve saldo negativo de 11 empregos; indústria de transformação, 66 contratações, 83 demissões e saldo negativo de 17 empregos; e comércio, 153 contratações, 197 demissões e saldo negativo de 44 empregos

Jornal Diário
+ VEJA TAMBÉM