07 de Dezembro de 2019
18º/33º
NOTÍCIAS » LOCAL

16ª Romaria Tropeira começa hoje e programação se estende até domingo (14)

Serão três dias de programação com atrações gratuitas. A comemoração acontece anualmente e homenageia a padroeira do Brasil, Nossa Senhora Aparecida.

Considerado um dos eventos mais tradicionais do município, a 16ª Romaria Tropeira de Tupã e Parnaso, começa hoje, 12 de julho.

Serão três dias de programação com atrações gratuitas. A comemoração acontece anualmente e homenageia a padroeira do Brasil, Nossa Senhora Aparecida.

De acordo com o organizador do evento, Gerdião Lopes Filho, a abertura do evento será às 19 horas, na chácara Nossa Senhora Aparecida de Parnaso, onde haverá terço em louvor à padroeira, a tradicional quadrilha do NATI e também praça de alimentação, com comidas e bebidas típicas.

Dando sequência à programação, no sábado (13) acontecerá o bailão (Zuzu) a partir das 20 horas. A romaria termina no domingo (14), com a tradicional cavalgada. Os participantes sairão às 8 horas, defronte à Igreja Matriz, na Praça da Bandeira, em seguida seguirão pela rua Cherentes até chegar à avenida Tapuias.

O trajeto continuará pela rua Aimorés, depois pela rua Marília até chegar ao distrito de Parnaso. O público será recepcionado na chácara Nossa Senhora Aparecida onde acontecerá a tradicional benção dos animais e cavaleiros e a coroação de Nossa Senhora Aparecida, com o padre Marcelo Antônio dos Santos.

Em seguida haverá a apresentação musical do grupo "10 Horas de Viola”. Segundo Gerdião, todos os dias de evento contarão com praça de alimentação. "Neste ano mudamos um pouco, ao invés de fornecermos os pratos cobrando um valor no domingo, iremos disponibilizar uma praça de alimentação com barracas comercializando comidas típicas. Porém quem quiser pode levar carne e churrasqueira, pois estaremos cedendo o local para realizarem churrascos”, disse.

O organizador do evento também disse que as expectativas para o evento estão altas. "A meta é superar os números do ano passado com 700 cavaleiros, além dos cavalos, muitas pessoas participam da romaria com outros veículos, como carros e motos.

A comissão organizadora pede para que os munícipes que forem de automóvel sigam atrás dos cavaleiros e também para que não levem bebidas alcoólicas no almoço”, explicou.

Gerdião acrescentou ainda que a tradição foi passada por sua mãe Dona Catarina e sua devoção a Nossa Senhora Aparecida vêm desde a infância. "Quando eu era pequeno tive meningite e minha mãe fez uma promessa para a nossa senhora, que nos atendeu e eu fui curado. Minha mãe tinha uma imagem de Nossa Senhora Aparecida na cabeceira da nossa cama e desde sempre nós fomos devotos a ela”, explicou.

Tradição

A Romaria Tropeira começou há 26 anos, com a de fé de Dona Catarina Graton Ribeiro, que reunia os amigos para rezar o terço em louvor a Nossa Senhor Aparecida. Inicialmente acontecia apenas a missa, porém alguns participantes após a cerimônia, passaram a se reunir para uma confraternização com comidas típicas, danças e bebidas.

Nascia assim a tradição da Romaria Tropeira, que além de demonstrar a fé, tem como missão
manter viva a cultura do tropeirismo na cidade. Conforme os anos foram passando e com o aumento do número dos participantes da festividade, Gerdião foi convidado a criar a Romaria Tropeira em 2002 e desde então vêm realizando a festa anualmente com o apoio
da Prefeitura de Tupã.

Redação Tupacity.com
+ VEJA TAMBÉM