08 de Dezembro de 2019
18º/33º
NOTÍCIAS » LOCAL

Período de estiagem pode elevar preço da carne bovina na região de Tupã

Sem a regularidade das chuvas para desenvolver as pastagens, os produtores rurais investem em ração para alimentar o gado.

O período de estiagem poderá comprometer ainda mais as pastagens e elevar o preço da carne bovina na região de Tupã.

O empresário Reginaldo Gaspar, que possui açougue na região central da cidade, disse que, no momento, os preços não apresentam aumento. "Pode ser que isso aconteça, porque as pastagens estão acabando. O confinamento do gado aumenta o preço da carne”, disse.

Sem a regularidade das chuvas para desenvolver as pastagens, os produtores rurais investem em ração para alimentar o gado. A medida aumenta o custo de produção e, consequentemente, o preço das carnes ao consumidor.

Gaspar destacou que o preço da carne bovina poderá aumentar na região após o acordo firmado entre o Mercosul e a União Europeia. "Em Tupã, não acredito que isso deverá acontecer porque as maiores exportações aqui são de carne suína. As exportações de carne bovina ocorrem mais em outras cidades da região”, explicou. Ou seja, o aumento na demanda poderá elevar o preço do produto no mercado interno.

Vale lembrar que a maior parte da carne bovina comercializada em Tupã vem do matadouro localizado no Distrito de Parnaso.

Segundo Reginaldo Gaspar, que é o presidente da associação que acompanha os trabalhos no matadouro, o local está com os serviços regularizados de acordo com as exigências da Vigilância Sanitária e outros órgãos competentes.

Mercosul X UE

Segundo a Abiec (Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de Carnes), o acordo comercial entre a União Europeia e o Mercosul poderá expandir a venda de carne bovina do Brasil. "Um acordo dessa magnitude é como um cartão de visita para falar com outros países e blocos comerciais”, afirmou a Abiec. "Ainda que a Europa não seja a principal compradora do produto brasileiro, trata-se do cliente que melhor remunera o Brasil por cortes bovinos nobres”, acrescentou.

Segundo a associação, as exportações médias de carne bovina do Brasil para UE nos últimos 10 anos totalizaram 120 mil toneladas por ano. A Abiec reiterou que as exportações de carne bovina devem avançar 10% em 2019, tanto em volume quanto em termos financeiros.

Período de estiagem pode elevar preço da carne bovina na região de Tupã
Período de estiagem pode elevar preço da carne bovina na região de Tupã


Jornal Diário
+ VEJA TAMBÉM