17 de Fevereiro de 2020
18º/33º
NOTÍCIAS » REGIÃO

Mulher vai parar no hospital após receber ligação de falso sequestro em Assis

Família alerta para que outras pessoas não caiam no golpe

A ligação de falso sequestro é um golpe que tem sido praticado já há algum tempo não apenas nos grandes centros, mas também no interior.

Em Assis, um caso foi registrado neste final de semana com uma família que mora na Vila Ribeiro. Segundo uma das vítimas, que prefere não se identificar, os criminosos ligaram por volta das 2h30 da madrugada.

"Os golpistas ligaram para a casa da minha avó e quem atendeu foi a cuidadora dela. Ela nunca tinha recebido nenhuma ligação desse tipo e ficou muito assustada, porque foi uma ligação bastante agressiva e violenta. Eles diziam que estavam com a minha mãe e que iriam matá-la, enquanto uma pessoa gritava por socorro no fundo e dizia que estava bastante machucada”, afirma.

Ainda de acordo com o relato, a cuidadora tentou contato com uma das irmãs da suposta sequestrada, que passou mal e precisou ser levada para o hospital.

"Eles falavam que se ela pedisse ajuda, ligasse para a polícia ou fosse até a casa dela, minha mãe iria morrer. Mesmo assim ela ligou para minha tia, que ficou tão desesperada e chegou a desmaiar. Precisamos sair com ela de madrugada até o hospital. Meu tio também ligou para a polícia, por conta da preocupação, e uma viatura foi deslocada até nossa casa, causando muitos transtornos não apenas para nós, mas para a segurança pública”, salienta.

A vítima esclarece que quis fazer o alerta para que outras pessoas não caiam no mesmo golpe, que mexe com as famílias envolvidas.

"A gente acha que essas coisas só acontecem em outros lugares, mas estamos sujeitos o tempo todo. É realmente desesperador, principalmente porque eles ligaram de madrugada, quando estamos sonolentos e acabamos caindo no golpe. É claro que ficamos preocupados com nossos familiares, mas a atenção deve ser importante, porque muitas vezes essa ligação de falso sequestro é a oportunidade que eles estão procurando para se darem bem”, finaliza.

Como se prevenir

Como o golpe do falso sequestro geralmente exige uma quantia em dinheiro para que a suposta vítima seja liberada, a Caixa divulga um material para evitar novas vítimas.

As orientações indicam que a pessoa procure manter a calma em golpes que envolvam familiares. Se possível, durante a conversa, peça para outra pessoa tentar localizar o parente que está sendo citado.

Normalmente, o golpista não sabe o nome do familiar sequestrado. Por isso, fique atento e não pronuncie nomes.

Se seu celular ou telefone fixo possuir identificador de chamada, verifique o número e desconfie de localidades diferentes, como por exemplo, DDD 85, 71, 31.

Redação AssisCity/ Fotos: Pixabay
+ VEJA TAMBÉM