07 de Dezembro de 2019
18º/33º
NOTÍCIAS » LOCAL

DIG investiga agressão contra rapaz homossexual

Vítima passou por corpo de delito nesta segunda (18) e se recupera em casa. O caso foi registrado como lesão corporal e a equipe da DIG realiza diligências para identificar os agressores e a motivação do crime.

A Polícia Civil de Tupã, através da Delegacia de Investigações Gerais (DIG), está investigando um suposto caso de homofobia contra um rapaz de 25 anos, que teria sido agredido por ser homossexual.

De acordo com as informações, a confusão terias começado durante um baile funk realizado na última quinta-feira, véspera do feriado.

A vítima afirmou que estava dançando no baile quando foi acusado de estar assediando outro rapaz. "O rapaz estava na festa e falou que eu estava me esfregando nele. Eu sou gay e gosto de dançar, de me divertir. Aí ele pegou e deu três murros nas minhas costas. Quando virei de frente, descontei e ficou por isso mesmo", afirmou o jovem ao portal G1.

Na noite seguinte, em pleno feriado, a vítima voltou a se encontrar com o agressor em uma choperia localizada na avenida Tamoios e ambos tiveram uma nova discussão. O rapaz estava acompanhado de dois amigos, um homem e uma mulher, que também se envolveram na confusão. "Um dos caras falou que 'viado'; tinha que morrer, que tinha que apanhar mesmo. Aí me levaram para o meio da rua e começaram a me bater", contou a vítima, que foi agredida com arranhões, chutes e "gravatas”.

Com várias lesões, o rapaz foi socorrido e encaminhado para a Unidade de Pronto Atendimento
(UPA), onde recebeu atendimento médico. Ao deixar o local, ele sofreu uma crise convulsiva e acabou desmaiando, sendo encaminhado para a Santa Casa onde foi medicado.

A vítima, que passou por corpo de delito nesta segunda-feira (18), atualmente se recupera em casa. O caso foi registrado como lesão corporal e a equipe da DIG realiza diligências com objetivo de identificar os agressores e a motivação do crime.

Folha do Povo
+ VEJA TAMBÉM