09 de Abril de 2020
18º/33º
NOTÍCIAS » EDUCAÇÃO

Mais de 500 alunos de Tupã estudarão em tempo integral na E.E. Joaquim Abarca

Cada aluno terá um professor tutor que auxiliará não apenas no seu desenvolvimento estudantil, mas também pessoal

Cerca de 580 alunos da Escola Estadual Joaquim Abarca terão aulas em tempo integral a partir deste ano de 2020.

A escola foi escolhida após manifestação de interesse do conselho estudantil e da comunidade local.

Os alunos entrarão na escola às 7 horas e sairão em torno de 16h30. Diariamente, eles possuem nove aulas, um intervalo pela manhã, almoço, e outro intervalo à tarde.

A gestora do programa, Bruna Waitman, da Secretaria de Educação do Estado, contou em entrevista ao Tupacity.com que houve adesão recorde ao programa no último ano.

Mais de 500 escolas demonstraram interesse, sendo que destas, 247 ingressaram na modalidade de ensino. "Foi a maior adesão de escola da história", enfatizou.

Ainda de acordo com ela, as escolas que não entraram no programa neste ano, ficaram para 2021. É o caso da Escola Estadual Irene Resina Migliorucci, também de Tupã.

Bruna explicou que dentre as premissas do projeto está o aumento da jornada na escola. O aluno poderá ficar no local por um período de até 9 horas e meia.

Outro ponto fundamental é o "protagonismo juvenil", que se materializa nas práticas e vivências propostas pela escola e pelos próprios alunos.

A grade de aulas envolvem, além das matérias básicas, como matemática, português, ciências, arte, etc, estudos sobre como criar um Projeto de Vida para o futuro, vida em comunidade, entre outros.

O aluno também terá disciplinas eletivas, ou seja, poderá escolher aulas que deseja fazer, como teatro, aulas de finanças, entre outras.

Outro ponto importante, segundo a gestora, é o sistema de tutoria. "Cada aluno terá acompanhamento individual por um professor escolhido por ele mesmo para acompanhar a vida escolar e projetos de futuro", afirmou.

O QUE É O PROGRAMA

O Programa Ensino Integral (PEI) nasceu em 2012 com o objetivo de potencializar as práticas de educação integral ampliando o tempo que alunos e professores passam na escola.

A premissa do Protagonismo Juvenil é um dos princípios educativos que sustenta o modelo e que se materializa nas práticas e vivências propostas pela escola e pelos próprios alunos. O Modelo Pedagógico dessa escola é constituído para assegurar a construção e o desenvolvimento do Projeto de Vida dos estudantes. A ampliação da jornada possibilita aprofundamento de conteúdos e dá melhores condições para elaboração dos projetos de vida.

O programa conta com mais de 400 escolas que trabalham o protagonismo do estudante a partir de experiências como os Clubes Juvenis, organizados e geridos pelos próprios alunos, e a Tutoria, espaço em que o estudante elege um professor para acompanhá-lo de forma individual.

Neste site, estão disponíveis informações sobre o modelo pedagógico, gestão de pessoas e processo de adesão a proposta.

Confira as principais perguntas e respostas sobre o programa:

Perguntas Respostas Ensino Integral by Jornalismo Tupacity on Scribd



Redação Tupacity
+ VEJA TAMBÉM