08 de Abril de 2020
18º/33º
NOTÍCIAS » REGIÃO

Áudio sobre sequestro de crianças em Assis e região surgiu para assustar filho e alerta para fake news

Mensagem começou em Paraguaçu Paulista e logo se espalhou para outras cidades

Nesta semana, um áudio que circulou pelas redes sociais assustou muitos pais e responsáveis em Assis e região. A mensagem fazia um alerta sobre uma suposta quadrilha formada por idosos, pessoas jovens e até adolescentes, que estariam enganando crianças para sequestrá-las.

O AssisCity esclareceu o fato nesta quarta-feira, 26 de fevereiro, após a Polícia Militar informar que as informações não procediam.

Leia mais: Áudio sobre quadrilha que sequestra crianças em Assis não procede, afirma Polícia Militar

Nesta quinta-feira, 27, a reportagem conversou com o homem que iniciou a publicação em Paraguaçu Paulista e logo se espalhou para outras cidades. Ele não quis se identificar, mas relatou que tudo começou há um ano atrás, quando seu filho insistia para dar um passeio de bicicleta na rua.

"Onde eu moro não é legal para ficar andando sozinho e somos meio rígidos para cuidar das crianças. Meu menino queria dar uma volta de bicicleta na rua e naquele dia não queria que ele saísse. Falei que ia levá-lo em outro lugar para andarmos juntos, onde eu pudesse observá-lo, mas ele insistiu muito e eu pedi um favor para uma amiga", afirma.

Segundo o pai, ele pediu para a amiga inventar a história para assustar o filho.

"Ela gravou o áudio, a meu pedido, e mandei no WhatsApp dele para assustá-lo. Não imaginei, mas ele repassou para os amigos dele, acreditando na história e a mensagem tomou essa proporção enorme. Um ano depois, quando a gente achava que essa história já tinha encerrado, o áudio começou a circular de novo e eu mesmo recebi essa semana", salienta.

Perigo das falsas informações que podem se tornar fake news

Segundo o homem, o áudio não foi gravado com o intuito de enganar a população das cidades citadas, mas o compartilhamento da mensagem deixou muitas pessoas em estado de alerta.

"Nós não fizemos na maldade. Foi algo familiar para a criança não ir para a rua, mas de repente essa informação vazou e se tornou uma verdade para muitos. Não foi sequer culpa da amiga que gravou, que me fez apenas um favor, mas não imaginava o que poderia acontecer", diz.

O caso é uma oportunidade para que os internautas avaliem os conteúdos antes de repassá-los, além de consultar as fontes oficiais para checar a veracidade dos fatos.

"Percebemos que uma informação falsa vai puxando a outra e meu maior erro foi não ter falado com meu menino para ele não repassar. Eu poderia apenas ter mostrado para ele e talvez isso não tivesse ganhado a repercussão que ganhou", finaliza.

O caso

O áudio que voltou a circular fala sobre uma suposta quadrilha que estaria sequestrando crianças em Assis e região.

A gravação diz que o grupo de criminosos seria formado por idosos, pessoas jovens e até adolescentes, que estariam enganando crianças para sequestrá-las. O áudio também alerta que os casos estariam ocorrendo no interior do estado de São Paulo, especificamente em Assis, Paraguaçu Paulista e Maracaí, onde as crianças costumam ir para a escola sozinhas ou ficam brincando na rua.

A voz de uma mulher diz para os pais não deixarem os filhos sozinhos, já que o grupo estaria sequestrando as crianças para venda de órgãos, escravidão ou até rituais de magia negra.

Em contato com a Polícia Militar de Assis, a informação é de que o áudio não procede e até o momento não há nenhuma informação confirmada sobre a atuação desse suposto grupo na nossa região.

A PM também alerta que os pais devem permanecer atentos às crianças, mas não é necessário pânico dos responsáveis. Em caso de alguma atitude suspeita, a orientação é que os cidadãos acionem o 190.

Redação AssisCity/ Foto: Ilustrativa Lucas Colombo/DN
+ VEJA TAMBÉM