29 de Março de 2020
18º/33º
NOTÍCIAS » SAÚDE

Jacto emite nota sobre colaborador tupãense com suspeita de coronavírus

Colaboradores viajaram para o exterior e estiveram em áreas consideradas de risco estão sendo orientados a trabalhar em regime de home-office por 14 dias

A empresa Jacto emitiu nota de esclarecimento sobre o caso do funcionário morador de Tupã com suspeita de coronavírus.

De acordo com a nota, os colaboradores viajaram para o exterior e estiveram em áreas consideradas de risco estão sendo orientados a trabalhar em regime de home-office por 14 dias. Durante este período, o serviço ambulatorial monitorará estes colaboradores.

A Secretaria Municipal de Saúde está monitorando o morador de Tupã que fez o teste para a doença e aguarda os resultados em casa.

Nota Oficial de Esclarecimento do Grupo Jacto

"O Grupo Jacto esclarece que tem acompanhado com atenção as notícias e os casos de COVID-19 no Brasil e no mundo. Temos, ainda, nos preparado de modo a preservar a saúde e o bem-estar de nossos colaboradores.

Desta forma, os colaboradores do Grupo Jacto que viajaram para o exterior e estiveram em áreas consideradas de risco estão sendo orientados a trabalhar em regime de home office por 14 dias.

Durante este período, o serviço ambulatorial monitorará estes colaboradores. Caso apresentem qualquer sintoma, eles serão orientados a procurar o serviço de saúde mais próximo e deverão manter a comunicação com a empresa para apoio suplementar.

A respeito da mensagem que está sendo disseminada via WhatsApp, sobre uma possível contaminação de um colaborador do Grupo Jacto, esclarecemos oficialmente que, até o presente momento, não há nenhum caso de COVID-19 confirmado entre nossos colaboradores no Brasil ou no exterior."


Atenciosamente,
Grupo Jacto


Redação Tupacity
+ VEJA TAMBÉM