29 de Março de 2020
18º/33º
NOTÍCIAS » EDUCAÇÃO

PARALISAÇÃO: Autoridades do município anunciam suspensão das aulas em Tupã

O secretário de Educação, Valdir Berti orienta os pais para que, a partir desta segunda-feira, já comecem a deixar seus filhos em casa, longe de aglomerações.

Em virtude da pandemia do coronavírus, na manhã deste sábado (14), uma reunião extraordinária e emergencial ocorreu na Prefeitura de Tupã. A reunião contou com a presença do prefeito Caio Aoqui, secretário municipal de Saúde, Dr. César Donadelli; Assuntos Jurídicos, Dr. João José Pinto; Governo, César Juvenal e Educação, Prof. Valdir Berti.

Na oportunidade foi decido que, devido ao surto do COVID-19 em todo o país, além dos casos suspeitos na cidade, as aulas de toda a Rede Pública Municipal, Estadual e de projetos estarão totalmente paralisadas a partir do dia 23. Mas, o município orienta ainda que nesta segunda-feira (16), os pais já comecem a evitar de levar os filhos para a aula.

A decisão foi tomada em conjunto com o Governo do Estado de São Paulo, que orientou o município a seguir ações preventivas para minimizar o problema no país. O secretário de Educação, professor Valdir Berti, em entrevista exclusiva ao TupãCity, falou sobre a necessidade dessa paralisação.

"Diante deste caso, tínhamos duas opções, esperar que as coisas se manifestem ou tomar decisões preventivas sobre o assunto. E nós, em comum acordo, chegamos à conclusão de que o melhor a se fazer seria a paralisação de aulas visando a preservação de nossos alunos e de nossa população em relação ao vírus”, disse.

Valdir destacou ainda que a ideia não é fazer essa mobilização por "alarmismo” a população, mas sim para minimizar o problema, e evitar que as crianças estejam em aglomerações. Ele informou ainda que, por enquanto, a paralisação foi definida para alunos de pré-escola como pré 1, 2, ensino fundamental e todos os anos iniciais.

"Com isso, pedimos para os pais para deixar seus filhos em casa a partir de segunda-feira (16). Pedimos ainda para que as crianças que estejam resfriadas não sejam levadas de forma alguma para as instituições de ensino, pois necessitam ficar sete dias em suas residências”, falou.

Com relação ao ensino superior, o secretário comentou ainda que provavelmente na próxima semana, as instituições entrarão em reunião para resolver esta questão.

Creches

Berti explica ainda que por enquanto, as creches continuam funcionando normalmente, mas, frisa que os pais que tenham condições de manter seus filhos em casa a partir desta segunda, deverão deixar.

"O ideal é que os pais não levem as crianças as creches, mas, sabemos que devido ao trabalho e rotina diária muitos não tem condições de deixar seus filhos em casa, nesses casos, as creches continuarão atendendo normalmente", salientou.

Reposição de aulas

Ainda em entrevista ao TupãCity, o secretário informou que o calendário escolar é composto por 200 dias letivos, e que, em casos de paralisações de qualquer natureza, o município cumpre a reposição das aulas perdidas.

"Que fique claro aos pais que em função dessa paralisação as crianças não serão prejudicadas, pois após a normalização, o calendário escolar será reposto”, frisou.

Foto: Prefeitura de Tupã
Foto: Prefeitura de Tupã


Redação TupãCity
+ VEJA TAMBÉM