01 de Abril de 2020
18º/33º
NOTÍCIAS » REGIÃO

834 presos fugiram em rebeliões em SP e 429 foram recapturados

Todos os presos que participaram das rebeliões das unidades em Mongaguá, Porto Feliz, Tremembé, Mirandópolis e Sumaré são do regime semiaberto.

Pelo menos 834 presos fugiram de quatro unidades prisionais do estado de São Paulo durante rebeliões, na segunda-feira (16), contra decisão da Justiça em suspender a saída temporária de mais de 34 mil detentos para evitar risco de contágio pelo coronavírus.

Um quinto presídio teve princípio de rebelião, mas não fuga. Até as 8h55 desta terça-feira (17), 429 presos tinham sido recapturados, segundo a Secretaria da Administração Penitenciária (SAP). Vídeos que circulam entre policiais mostram as confusões nos presídios

Os dados foram divulgados nesta manhã pela Secretaria da Administração Penitenciária (SAP).

O número de presos que fugiram deve aumentar, já que a pasta ainda contabilizada o total de fugitivos.

Todos os presos que participaram das rebeliões das unidades em Mongaguá, Porto Feliz, Tremembé, Mirandópolis e Sumaré são do regime semiaberto.

Nesta terça-feira (17) estava prevista a saída temporária deles para passar a Páscoa com suas famílias. Os fugitivos, que já trabalham durante o dia e retornavam à noite para os presídios, voltariam às suas unidades em 23 de março.

Mas, diante do aumento do número de casos de coronavírus, a SAP decidiu pediu a Justiça que essa saída fosse barrada para evitar que os presos saíssem e voltassem infectados, contaminando assim outros detentos.

G1
+ VEJA TAMBÉM