25 de Setembro de 2022
20º/30º
Entretenimento - Colunistas

Acidentes matam três a cada minuto!

Os dados que vou relacionar a seguir são alarmantes. Segundo a OIT, anualmente, cerca de dois milhões de trabalhadores morrem no trabalho. São cinco mil mortes por dia. Três vidas são perdidas a cada minuto. Ou seja, quando você chegar ao final deste texto mais três trabalhadores terão perdido suas vidas nos ambientes de trabalho em todo o planeta. Estas ocorrências representam o dobro das baixas em guerras e mais que os óbitos provocados pela Aids.

Neste 28 de abril (Dia Mundial em Memória às Vítimas de Acidentes do Trabalho), o Departamento de Saúde e Segurança da Fecomerciários divulga estes números a fim de ressaltar a importância de ações que protejam os mais de 2,5 milhões de comerciários que representamos em todo o Estado de São Paulo por meio dos 68 Sindicatos Filiados. Infelizmente a categoria comerciária está sujeita a diversas doenças debilitantes e acidentes. Exemplos: LER, varizes, quedas e depressão.

Este quadro alarmante corre o risco de se agravar devido ao Projeto de Lei (PL) 4.330/04. Com a ampliação da mão de obra terceirizada, como propõe a matéria, viria o descaso com o cumprimento das normas de segurança do trabalho. A jornada de trabalho aumentaria em três horas e o salário diminuiria em 25%. Questões como estas têm efeito direto na saúde dessas pessoas. A terceirização ampliada gera um trabalhador mais insatisfeito, psicologicamente mais abalado e mais propenso a doenças e acidentes. Daí a manutenção da nossa pressão para evitar o avanço do PL 4.330/04 no Senado Federal.


Luiz Carlos Motta
Presidente da Fecomerciários e UGT SP

Receba em primeira mao nossas noticias!
Participe de nossos grupos:
+ VEJA TAMBEM