03 de Agosto de 2021
20º/30º
Entretenimento - Colunistas

Cada coisa em seu lugar

Veja 10 exemplos para te ajudar a ser quem você é, no lugar que melhor seria; saiba mais.

Você concorda que para cada ambiente existe um estilo de roupa mais apropriado?

Se você vestisse um vestido longo de festa para ir ao mercado, certamente as pessoas achariam estranho.

Mas isso não significa que o vestido é inútil, certo?

Agora imagine suas qualidades... Quantas delas você reprime e deseja se livrar? Já parou para pensar que talvez você esteja usando suas qualidades fora de contexto?

É exatamente esse ponto de vista que quero te apresentar.

Que tal se você usasse aquilo que julga ser um defeito seu, num ambiente mais apropriado?

Separei 10 exemplos para te ajudar a ser quem você é, no lugar que melhor seria.

1. RAIVA: Que tal se ao invés de passar dias envolvida numa briga de família, você usasse essa energia potente para concretizar um projeto profissional?

2. CULPA: Se não dá para mudar o passado, que tal aproveitar esse sentimento para avaliar o aprendizado e construir algo novo no presente.

3. PREGUIÇA: Use essa qualidade todas as noites para refazer suas energias.

4. MÁGOA: Olhe para esse sentimento num momento de solitude e observe o quanto você ainda pode desenvolver a compaixão.

5. MEDO: Use para analisar os possíveis riscos de um negócio profissional.

6. MALEDICÊNCIA: Talvez você possa usar essa energia para observar as relações interpessoais e transformar em belas reflexões literárias.

7. CIÚME: Aproveite esse sentimento para passear e matar a saudade de si mesma.

8. VITIMISMO: Vista essa energia para transpor suas limitações.

9. SAUDADE: Quando imersa nesse sentimento, medite e se conecte com sua espiritualidade, sinta a presença de tudo e de todos dentro de você mesma.

10. CONTROLE: Pode ser muito bem aproveitado para liderar uma equipe de pessoas em prol de uma causa maior.

Essas são apenas algumas formas de fazer as pazes com seu lado reprimido e integrar todas suas partes, cada qual no seu devido lugar.
Não desperdice nenhum pedacinho seu!

Há muitas maneiras de ser feliz do jeitinho que você é!
Colunista
Andréia Agostin
*Andréia Agostin é Terapeuta Neurolinguística (CRTH-BR 8689), com formação em Coaching, Eneagrama, Hipnose, PNL, Pompoarismo, Tantra e Terapia Sistêmica. Casada há 22 anos, Andréia possui 3 filhos (15; 7; e 3 anos). Foi professora de ballet e dança de salão por mais de 15 anos. É advogada e empresária da Maxi Educa.
Receba em primeira mao nossas noticias!
Participe de nossos grupos:
+ VEJA TAMBEM