28 de Setembro de 2020
20º/30º
ENTRETENIMENTO » COLUNISTAS

HÁ SAÍDAS

Roberto Kawasaki é economista pela FEA-USP, Professor da FACCAT e articulista do Tupacity.

* Roberto Kawasaki

Se não bastassem as agruras trazidas pelo Covid-19 sobre a população brasileira, com irreparáveis mortes e enfermidades, com danos definitivos, temos enormes problemas sociais e econômicos. Outrossim, a Economia
Brasileira apresenta há décadas, significativo retorno ao Brasil antes de 1930: primário e exportador. De fato, o setor do agronegócio retoma sua importância perante ao setor decadente urbano-industrial, respondendo hoje pela pauta de exportações ao mundo.

Todo o esforço trazido por Getúlio Vargas em 1930 está desaparecendo. Bastam dois exemplos para ver como o Brasil perdeu importância absoluta e relativa: nesta pandemia, quem produz matérias-primas da indústria farmacêutica é a Índia, e quem produz máscaras, luvas, aventais, respiradouros para hospitais é a China. São os dois países que assumem protagonismo no cenário mundial. E o Brasil ? Ora, o Brasil há décadas tem governantes
inquestionavelmente medíocres. Mas chega de pessimismo.

Há agora no cenário brasileiro, um fato claro que demonstra que o Brasil pode reencontrar as vocações industriais de Vargas, Juscelino e Geisel perdidas: a USP, através da Escola Politécnica, cria a INSPIRE, um Ventilador Pulmonar Aberto de Baixo Custo, com preço da ordem de R$ 5.000,00, utilizando componentes facilmente encontráveis no mercado, projeto aberto sem quaisquer interesses de proteção industrial, com tempo de produção de cerca de 2 horas, com apoio
da Associação Brasileira de Alumínio, Associação de Engenheiros da Poli, Air Liquid, Companhia Brasileira de Alumínio, CervBrasil, Ambev, CR Acrílicos, DS Automotiva, SENAI, Faculdades de Direito, Medicina e Medicina Veterinária, todas da USP, Foxconn Brasil, CAOA, SEB Brasil, Grupo Petrópolis, Instituto Federal São Paulo, Hospital Care, Hospital Vera Cruz,
IGUS Automação, Instituto Pasteur USP, IPT, Marinha do Brasil, Metaltex, Plastireal, White Martins, Robocore e Radici Plastics.

Comparado a respiradouros chineses de cerca de R$ 100.000,00 antes da pandemia, o Brasil, através de sua mais importante universidade, com parcerias de indústrias e outras instituições demonstra que ainda temos chance.
É perfeitamente possível, através deste exemplo concreto e de resposta rápida, de como há ainda, apesar dos pesares, saídas para o Brasil.

Espero que a INSPIRE inspire novos empreendimentos e vocações industriais.


Roberto Kawasaki
*Roberto Kawasaki é economista pela FEAUSP, Professor dos cursos de Administração, Sistemas de Informação, Arquitetura e Urbanismo, Jornalismo, Publicidade e Propaganda e Engenharia de Produção da FACCAT e articulista da Folha do Povo e do TupaCity.com
+ VEJA TAMBÉM