15 de Outubro de 2021
20º/30º
Entretenimento - Colunistas

Habilidade de se relacionar?

Andréia Agostin é Terapeuta Neurolinguística (CRTH-BR 8689), com formação em Coaching, Eneagrama, Hipnose, PNL, Pompoarismo, Tantra e Terapia Sistêmica.

Manter o relacionamento afetivo em harmonia, de verdade exige muita habilidade! É um grande desafio de você para com você mesma. Pois o seu parceiro está a todo momento agindo como um reflexo das suas próprias imperfeições. Observe que:

- Quando o homem é expansivo demais, a mulher é reprimida.
- Quando o homem é folgado, a mulher é afobada.
- Quando o homem é desligado em relação aos filhos, a mulher é super protetora.
- E assim por diante.

E porque estamos sempre atraindo pessoas tão diferentes de nós? Porque pela lei de cargas elétricas (Lei de Coulomb), "os opostos se atraem"! Se levarmos em consideração que:

- Somos energia;
- Que pensamentos e sentimentos são energia;
- Que o nosso corpo está carregado de partículas elétricas; e
- Que ele é um condutor de energia...

Podemos afirmar que essa lei também se aplica aos relacionamentos!

Por isso, estamos sempre atraindo pessoas opostas a nós para nos relacionarmos e isso é muito bom, pois favorece o seu processo de desenvolvimento pessoal. Se seu parceiro é o oposto de você, aproveite essa oportunidade para buscar um equilíbrio na sua vida. Observe que deixar os filhos dormirem sujos algum dia, a louça sem lavar, a toalha molhada em cima da cama, não é tão ruim assim.

Estamos constantemente sendo colocadas em situações na nossa vida que nos convidam a um equilíbrio. Então aproveite a oportunidade de ter pessoas diferentes de você e obtenha seus aprendizados. Mas, a pergunta que não quer calar é: Já que os opostos se atraem... por que quando as diferenças aparecem no relacionamento, os dois começam a brigar e ninguém mais se suporta?

Opa! Se as duas cargas se repelem quando tem o mesmo sinal... Talvez vocês não sejam tão diferentes, quanto pensavam que seriam... O que te incomoda no outro, de certa forma está presente em você!

Há algum motivo EM VOCÊ para essa irritação que está sentindo. Seja de forma consciente ou inconsciente, assumida, ou reprimida, o fato é que as coisas que te irritam, também fazem parte da sua realidade interna. Por isso, procure evoluir a partir da observação do SEU reflexo no outro.

Perceba que dentro de você moram muitas coisas desconhecidas e que quando trazidas para a consciência podem ser compreendidas, trabalhadas, perdoadas e liberadas. Com isso, seu parceiro há de ser uma ferramenta para seu próprio aprimoramento pessoal!
Colunista
Andréia Agostin
*Andréia Agostin é Terapeuta Neurolinguística (CRTH-BR 8689), com formação em Coaching, Eneagrama, Hipnose, PNL, Pompoarismo, Tantra e Terapia Sistêmica. Casada há 22 anos, Andréia possui 3 filhos (15; 7; e 3 anos). Foi professora de ballet e dança de salão por mais de 15 anos. É advogada e empresária da Maxi Educa.
Receba em primeira mao nossas noticias!
Participe de nossos grupos:
+ NOTÍCIAS RELACIONADAS
+ VEJA TAMBEM