17 de Maio de 2022
20º/30º
Entretenimento - Colunistas

Organizando a casa para organizar a mente

Você sabia que a bagunça externa é um reflexo da bagunça que está dentro dos seus pensamentos e sentimentos? Entenda!

Sabe quando você olha sua bolsa, armário, gavetas e pensa: que bagunça!? Saiba que essa bagunça externa é um reflexo da bagunça que está dentro dos seus pensamentos e sentimentos.

Mas nem sempre é fácil lidar com nosso conteúdo interno, não é mesmo?

Porém, quando você organiza suas gavetas, bolsa, casa, carro, agenda, etc... uma mágica acontece: a bagunça interna se organiza também!

E sabe por que isso acontece? Porque o ambiente tem influência sobre nós e nós temos influência sobre o ambiente.

Por isso meu convite é para que você adquira o hábito de organizar qualquer coisa do seu mundo externo sempre que sentir necessidade de ter seus pensamentos e sentimentos organizados.

Vou te dar um passo a passo que gosto muito!

1. Uma coisa de cada vez: Gosto de recomendar que a organização seja feita diariamente, um canto por dia. Assim adquirimos o hábito da organização. Hoje você pode pegar uma gaveta, amanhã um armário, depois uma prateleira... e assim por diante.

2. Tire tudo do lugar: Seja uma prateleira, uma gaveta, ou um armário... A dica é despejar geral. Se for uma gaveta de calcinhas, por exemplo, vire ela todinha em cima da sua cama antes de seguir os próximos passos.

3. Separe em 4 partes: Divida a bagunça em quatro categorias diferentes.
a) Doação: De nada adianta organizar se você não tiver coragem de desapegar. O desapego é imprescindível! Doe coisas que já não faz mais sentido para você. Objetos parados bloqueiam energia.
b) Conserto: Sabe aquela roupa rasgadinha que você procrastina costurar? Ou aquele objeto que adora, mas precisa de um reparo? Agora é hora de separar para providenciar o conserto o quanto antes.
c) Lixo: Os itens que não tem conserto e não servem para doação, dispense. Agradeça por aquilo ter sido importante em outro momento e encerre o ciclo.
d) Utilidade: Somente aquilo que for útil e estiver em perfeito funcionamento será direcionado para seu devido lugar.

4. Organiza: Agora é só acomodar tudo de forma bem organizada. Separe em categorias delimitando o espaço de cada item, assim com o tempo eles não vão se misturar e bagunçar novamente. Lembre-se de facilitar o acesso e a visão de tudo que utiliza com mais frequência, pois aquilo que não é visto, certamente será esquecido.

5. Comemore: Essa etapa é muito importante. Comemore suas conquistas, curta seu espaço e sinta seu ambiente e sua mente mais leve.

6. Refaça: Ciclos iniciam e ciclos se fecham constantemente, por isso é importante refazer sempre que sentir necessidade.
Colunista
Andréia Agostin
*Andréia Agostin é Terapeuta Neurolinguística (CRTH-BR 8689), com formação em Coaching, Eneagrama, Hipnose, PNL, Pompoarismo, Tantra e Terapia Sistêmica. Casada há 22 anos, Andréia possui 3 filhos (15; 7; e 3 anos). Foi professora de ballet e dança de salão por mais de 15 anos. É advogada e empresária da Maxi Educa.
Receba em primeira mao nossas noticias!
Participe de nossos grupos:
+ VEJA TAMBEM

PROGRAMA DE INCENTIVO DE EMPREGO A MULHERES E JOVENS

"Nesta Medida Provisória garante às mães de crianças de 4 meses a 5 anos ao auxílio-creche, por meio de acordo individual ou coletivo, ou por meio de convenção coletiva", escreve a colunista Juliana A. Marchetti

Novas regras para o teletrabalho - "home office"

Por Juliana Andriotti: Com as novas regras, considera-se teletrabalho ou trabalho remoto a prestação de serviços fora das dependências do empregador

Retorno presencial das gestantes

A nova lei dispôs de algumas regras para que a gestante retorne ao serviço

Seguro desemprego; saiba quem pode solicitar o benefício

Por Juliana Andriotti: O seguro desemprego é um benefício dado pelo Estado para os empregados que foram demitidos SEM JUSTA CAUSA. Isso mesmo, a demissão deve se dar por parte do empregador, e não deve ter justo motivo anotado na carteira de trabalho

Você trabalhou sem registro, foi demitido e não pagaram todos seus direitos? Saiba como proceder

Olá, leitor do Tupacity. Você por acaso passou por isso, ou conhece alguém que tenha passado? Neste artigo vou mostrar alguns caminhos possíveis para que você, trabalhador, não fique sem receber o que é seu de direito

Você trabalha e não é registrado? saiba as consequências e seus direitos!

Por Juliana Andriotti: Caso o empregado não registrado tenha vínculo empregatício e queira regularizar sua situação, é cabível acordo extrajudicial entre empregado e empregador

- Veja a lista completa