15 de Outubro de 2021
20º/30º
Entretenimento - Colunistas

Organizando a casa para organizar a mente

Você sabia que a bagunça externa é um reflexo da bagunça que está dentro dos seus pensamentos e sentimentos? Entenda!

Sabe quando você olha sua bolsa, armário, gavetas e pensa: que bagunça!? Saiba que essa bagunça externa é um reflexo da bagunça que está dentro dos seus pensamentos e sentimentos.

Mas nem sempre é fácil lidar com nosso conteúdo interno, não é mesmo?

Porém, quando você organiza suas gavetas, bolsa, casa, carro, agenda, etc... uma mágica acontece: a bagunça interna se organiza também!

E sabe por que isso acontece? Porque o ambiente tem influência sobre nós e nós temos influência sobre o ambiente.

Por isso meu convite é para que você adquira o hábito de organizar qualquer coisa do seu mundo externo sempre que sentir necessidade de ter seus pensamentos e sentimentos organizados.

Vou te dar um passo a passo que gosto muito!

1. Uma coisa de cada vez: Gosto de recomendar que a organização seja feita diariamente, um canto por dia. Assim adquirimos o hábito da organização. Hoje você pode pegar uma gaveta, amanhã um armário, depois uma prateleira... e assim por diante.

2. Tire tudo do lugar: Seja uma prateleira, uma gaveta, ou um armário... A dica é despejar geral. Se for uma gaveta de calcinhas, por exemplo, vire ela todinha em cima da sua cama antes de seguir os próximos passos.

3. Separe em 4 partes: Divida a bagunça em quatro categorias diferentes.
a) Doação: De nada adianta organizar se você não tiver coragem de desapegar. O desapego é imprescindível! Doe coisas que já não faz mais sentido para você. Objetos parados bloqueiam energia.
b) Conserto: Sabe aquela roupa rasgadinha que você procrastina costurar? Ou aquele objeto que adora, mas precisa de um reparo? Agora é hora de separar para providenciar o conserto o quanto antes.
c) Lixo: Os itens que não tem conserto e não servem para doação, dispense. Agradeça por aquilo ter sido importante em outro momento e encerre o ciclo.
d) Utilidade: Somente aquilo que for útil e estiver em perfeito funcionamento será direcionado para seu devido lugar.

4. Organiza: Agora é só acomodar tudo de forma bem organizada. Separe em categorias delimitando o espaço de cada item, assim com o tempo eles não vão se misturar e bagunçar novamente. Lembre-se de facilitar o acesso e a visão de tudo que utiliza com mais frequência, pois aquilo que não é visto, certamente será esquecido.

5. Comemore: Essa etapa é muito importante. Comemore suas conquistas, curta seu espaço e sinta seu ambiente e sua mente mais leve.

6. Refaça: Ciclos iniciam e ciclos se fecham constantemente, por isso é importante refazer sempre que sentir necessidade.
Colunista
Andréia Agostin
*Andréia Agostin é Terapeuta Neurolinguística (CRTH-BR 8689), com formação em Coaching, Eneagrama, Hipnose, PNL, Pompoarismo, Tantra e Terapia Sistêmica. Casada há 22 anos, Andréia possui 3 filhos (15; 7; e 3 anos). Foi professora de ballet e dança de salão por mais de 15 anos. É advogada e empresária da Maxi Educa.
Receba em primeira mao nossas noticias!
Participe de nossos grupos:
+ VEJA TAMBEM