29 de Outubro de 2020
20º/30º
ENTRETENIMENTO » COMPORTAMENTO

Instituto de Pesquisa do HCor procura voluntários com infarto agudo do miocárdio recente

Estudo sobre alimentação tem o objetivo de avaliar se a Dieta Cardioprotetora Brasileira melhora os níveis de gordura e açúcar no sangue e o peso nesses pacientes

O Instituto de Pesquisa do HCor (IP-HCor) busca voluntários com mais de 40 anos que tiveram diagnóstico de infarto nos últimos 6 meses para participar de pesquisa sobre alimentação.

Realizado em parceria com o Ministério da Saúde, por meio do Programa de Apoio ao Desenvolvimento Institucional do Sistema Único de Saúde (PROADI-SUS), o estudo multicêntrico faz parte do projeto DICA-NUTS, que tem o objetivo de avaliar se a Dieta Cardioprotetora Brasileira melhora os níveis de gordura e açúcar no sangue e o peso em pacientes com infarto agudo do miocárdio (IAM) recente.

O recrutamento de pacientes deve ocorrer até novembro deste ano, por centros de saúde localizados em cidades de quatro regiões do País: São Paulo e Rio de Janeiro (Sudeste); Curitiba e Porto Alegre (Sul); Goiânia (Centro-Oeste); Maceió e São Luís (Nordeste).

De acordo com a Dra. Aline Marcadenti de Oliveira, nutricionista e pesquisadora principal do projeto DICA-NUTS, durante o estudo, os voluntários serão separados em dois grupos de forma randomizada (sorteio) e passarão por cinco consultas com nutricionistas e precisarão realizar exames de sangue no primeiro e no último atendimento.

Para garantir a segurança dos participantes, o estudo prevê alguns critérios de exclusão, que podem ser conferidos no site do hospital.
Os interessados devem preencher o formulário. Para obter mais informações, também é possível entrar em contato pelo e-mail [email protected].


Doenças cardiovasculares x Covid-19

As doenças cardiovasculares são consideradas a maior causa de morte em todo o mundo. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), essas doenças são geralmente causadas por uma combinação de fatores como: tabagismo, sedentarismo, hipertensão, diabetes e obesidade. De forma paralela, essas três últimas condições - juntamente com a própria doença cardiovascular - têm aparecido como fatores de risco para maior mortalidade em pacientes com Covid-19.

"O cuidado alimentar nesse período é muito importante, sobretudo para quem já possui alguma doença crônica, como hipertensão, diabetes e infarto, pois uma dieta saudável faz parte do tratamento dessas condições”, diz a Dra. Bernardete Weber, superintendente de Responsabilidade Social do HCor.

A nutricionista ainda destaca que a pesquisa DICA-NUTS ajudará a avaliar o impacto da Dieta Cardioprotetora Brasileira e observar as condições clínicas de pacientes que aparecem como grupo de risco de diversas doenças, como o derrame, os tornando menos suscetíveis.


Sobre o HCor

A instituição iniciou as atividades em 1976, tendo como mantenedora a Associação Beneficente Síria, que completou 100 anos de atividades filantrópicas em 2018. O HCor ganhou projeção mundial no cenário da saúde, tornando-se referência em cardiologia. Hoje, além do escopo de atendimentos cardiológicos, o hospital oferece serviços de excelência também nas áreas de neurologia, oncologia, ortopedia e medicina diagnóstica, ganhando destaque como um hospital multiespecialista. Conta com acreditação internacional da Joint Commission Internation (JCI) desde 2006.

Certificado pela American Heart Association (AHA), o Centro de Ensino capacita e atualiza milhares de profissionais anualmente. Na ciência, o Instituto de Pesquisa HCor coordena estudos clínicos multicêntricos nacionais e internacionais. Há 10 anos, o HCor é parceiro do Ministério da Saúde no Programa de Apoio ao Desenvolvimento Institucional do Sistema Único de Saúde (PROADI-SUS), colaborando com políticas públicas e iniciativas de aprimoramento para mais de 150 centros médicos de todo País.

Divulgação
+ VEJA TAMBÉM