03 de Agosto de 2020
20º/30º
SERVIÇOS » EMPREGO

Tupã sobe 3 posições e melhora colocação no ranking regional de emprego

O setor da economia tupãense que obteve o melhor saldo no número de contratações em Tupã foi o comércio

Com previsão de aumento nas vendas de fim de ano, Tupã melhorou os números de contratações no mercado de trabalho formal, no mês de novembro, e subiu três posições no ranking regional do emprego.

Segundo dados do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), no mês de novembro o município registrou a contratação de 429 funcionários, demissão de 369, ficando com saldo positivo de 60 empregos. O município encerrou o mês de novembro na 3ª colocação do ranking regional.

No mês de outubro, Tupã havia ficado na 6ª posição no ranking, com 494 contratações, 482 demissões e saldo positivo de 12 empregos.

Região

Das outras 12 cidades pesquisadas com mais de 10 mil habitantes, Marília foi a que apresentou o melhor saldo no número de contratações. O município ficou em 1º lugar, com 2.272 novas contratações, 1.726 desligamentos e saldo positivo de 546 vagas de emprego formal.

Dracena ficou em 2º lugar com 524 contratações, 270 demissões e saldo positivo de 254 contratações; Tupã, em 3º lugar; Osvaldo Cruz, 4º lugar, com 206 contratações, 160 demissões e saldo positivo de 46 empregos; Adamantina, 5º lugar, com 202 contratações, 192 demissões e saldo positivo de 10 empregos; Quatá, 6º lugar, com 30 contratações, 21 demissões e saldo positivo de 9 empregos; Rinópolis, 7º lugar, com 55 demissões e contratações, ficando, porém, sem saldo.

Negativo

No mês de novembro, seis municípios da região tiveram saldo negativo no número de contratações. Rancharia ficou em 8º lugar, com 224 contratações, 229 demissões e saldo negativo de cinco empregos; Pompéia em 9º lugar, com 100 contratações, 125 demissões e saldo negativo de 25 empregos; Bastos em 10º lugar, com 193 contratações, 231 demissões, e saldo negativo de 38 empregos; Presidente Prudente em 11º lugar, com 1.776 contratações, 1.830 demissões e saldo negativo de 54 empregos; Lucélia em 12º lugar, com 229 contratações, 317 demissões e saldo negativo de 88 empregos; e Parapuã, em 13º lugar, com 43 contratações, 198 demissões e saldo negativo de 155 empregos.

Setores da economia

No mês de novembro, o setor da economia tupãense que obteve o melhor saldo no número de contratações foi o comércio, com 161 contratações, 113 demissões e saldo positivo de 48 empregos; indústria de transformação, 95 contratações, 59 demissões e saldo positivo de 36 empregos; serviços, 139 contratações, 126 demissões e saldo positivo de 13 empregos; serviço industrial de utilidade pública e extrativa mineral, sem contratações ou demissões, ficando sem saldo; administração pública, nenhuma contratação, uma demissão e saldo negativo de um emprego; construção civil, 10 contratações, 19 demissões, com saldo negativo de 9 empregos; e agropecuária, com 24 contratações, 51 demissões e saldo negativo de 27 empregos.

Jornal Diário
+ VEJA TAMBÉM