01 de Dezembro de 2021
20º/30º
Notícias - Local

Bolo de aniversário da cidade custou menos de R$ 14 o quilo

Advogado de Tupã entra com ação para apurar irregularidades na compra do bolo de aniversário da cidade; entenda.

Advogado de Tupã entra com ação para apurar irregularidades na compra do bolo de aniversário da cidade
Advogado de Tupã entra com ação para apurar irregularidades na compra do bolo de aniversário da cidade


O bolo de aniversário de 92 anos de Tupã tem dado o que falar, seja pela qualidade do produto que foi elogiado nas redes sociais ou pelo valor pago pela Prefeitura de Tupã. Com o objetivo de apurar se houve irregularidades na confecção e compra do bolo, o advogado de Tupã, Thiago Rosin, entrou com um pedido de representação, junto ao Ministério Público.

O advogado argumenta que o valor de R$ 17.580,00 gasto em um bolo é "exagerado e curioso" e que seu intuito com a ação é esclarecer os fatos. "Quem vai decidir se houve algum ato ilícito é o promotor, na condição de advogado, pedi para apurar sobre o fato", relatou ao TupãCity.

O BOLO

Segundo apurado pela equipe do TupãCity.Com no Portal da Transparência, os recursos para a compra do bolo são oriundos da Secretaria Municipal de Cultura. Conforme já noticiado pelo portal, para confecção do bolo, foram utilizadas 160 assadeiras de bolo, 100 kg de açúcar, mais de 100 kg de farinha, quase 200 kg de doce de leite, mais de 2.800 ovos, além de leite em pó e marshmallow para a cobertura.

Em um cálculo aproximado, o bolo pesava 1.280 quilos, ou seja, cada quilo custou cerca de R$ 13,73. Além disso, tendo em vista que o bolo tinha aproximadamente 15 mil pedaços, cada um saiu em torno de R$ 1,17. No total, a Prefeitura pagou R$ 17.580,00.

As proprietárias também informaram que compraram os 40 metros de madeira para por os bolos, que foram encapadas com papel crepom, além disso, foi colocado papel arroz com desenhos em cima de todo o bolo, corantes, gás para assar, funcionários fora de seus horários, incluindo domingo e feriado que ganham dobrado.

Leia mais: Bolo gigante chama atenção da população durante aniversário de 92 anos de Tupã.

A PREFEITURA

A equipe do TupãCity.Com entrou em contato com a Prefeitura de Tupã para saber se o bolo foi adquirido por meio de licitação, pregão, chamamento público ou outra modalidade.

O órgão municipal informou que a contratação do bolo foi através de dispensa de licitação, que funciona da seguinte maneira: são solicitados orçamentos das empresas com disponibilidade para atender o pedido, a partir disso tem uma avaliação para saber qual empresa oferece o produto pedido pela prefeitura e aquela com o menor valor é vencedora do trâmite.

Segundo as informações, a Prefeitura de Tupã entrou em contato com diversas empresas que trabalham nesse ramo e poderiam atender o pedido do bolo completo com recheio, confeitos e afins.

A empresa que apresentou o menor valor ganhou esse trâmite e passou por uma avaliação fiscal, para verificar se é uma empresa idônea, se possui certidões válidas e se está em dia com todos os tributos. Após esta avaliação, é feito o empenho.
TupãCity - Ana Santoni
Receba em primeira mao nossas noticias!
Participe de nossos grupos:
+ NOTÍCIAS RELACIONADAS
+ VEJA TAMBEM