28 de Setembro de 2020
20º/30º
NOTÍCIAS » LOCAL

Casa dos Velhos inicia nova forma de fazer visitas durante pandemia

Foram criadas duas alternativas de visitas aos acolhidos, sendo uma presencial através de um vidro e outra virtual

Para evitar a contaminação de seus assistidos pelo novo coronavírus (Covid-19), o asilo Casa dos Velhos suspendeu as visitas na entidade desde o início da pandemia. A instituição explicou em nota encaminhada ao DIÁRIO que, com a restrição do contato dos idosos com seus familiares e amigos, muitos passaram a se sentir abandonados, desenvolvendo quadros depressivos, próprios do isolamento social vivenciado.

A entidade explicou que, com a ajuda de clubes de serviços, como o Rotary Clube de Tupã-Kaingangs e o Rotary Clube Tupã-Vanuíre, foi encontrada uma solução alternativa para amenizar esse problema. "Foram criadas duas alternativas de visitas aos acolhidos, sendo uma presencial e outra virtual”, afirmou a entidade.

As visitas virtuais consistem na chamada de vídeo, através de aparelho celular e ou notebook, onde possibilita ao acolhido manter contato e interagir com familiares e amigos.

"A instituição disponibilizou uma sala própria para estas chamadas, onde a imagem dos familiares e amigos são projetados num televisor de 43 polegadas (doado pela Casa da Amizade do Rotary Clube de Tupã-Vanuire), possibilitando assim um melhor visual para o acolhido, que já interage com amigos e familiares através deste sistema, tornando cada chamada de vídeo de visita virtual um emocionante encontro virtual, lembrando ainda que muitos destes familiares são do grupo de risco e, por sua vez, estão também em isolamento social. "Por esta razão, este projeto idealizado foi importantíssimo para fortalecer os vínculos e minimizar o sofrimento, serenando assim as mazelas do isolamento social para com os acolhidos e seus familia-res”, afirmou a entidade.



Presencial

Durante as visitas presenciais, os acolhidos se deslocam até uma sala de visita, disponibilizada pela instituição, onde na sua parede frontal foi instalada uma grande janela de vidro temperado, tipo blindex transparente (doada pela empresa vidraçaria Vidrotec de Tupã), onde os familiares e amigos se posicionam do lado externo da instituição, na calçada e, através de um interfone, sem fio, ‘’viva voz’’, mantém contato com os acolhidos, de forma totalmente segura. "Diante do contato visual e sonoro, confortam os familiares e amigos. Os acolhidos viram nesta janela a possibilidade de amenizar as saudades e o tão necessário contato com seus familiares e amigos”, afirmou. "Com a implementação deste projeto idealizado, estamos diminuindo de forma veemente o sofrimento vivido, em razão do isolamento necessário, trazendo tranquilidade e um pouco de conforto para o idoso e seus familiares”, acrescentou.

A Casa dos Velhos destacou que cada chamada de vídeo e ou visita realizada, mesmo sem o contato físico, tem sido muito gratificante para os idosos, familiares, amigos e também para os funcionários que acompanham dia a dia todos os acolhidos e participam de suas dores, saudades e alegrias.

"Pedimos a compreensão e colaboração de todos, agradecemos a ajuda de cada um que é sempre bem-vinda, principalmente neste momento em que estamos passando pela pandemia. Rogamos a Deus para que passemos logo por este momento tão difícil que todos nós estamos vivendo”, salientou.

Medidas

Seguindo os protocolos da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) e do Manual de Orientações Técnicas para Acolhimento Institucional de Idosos, a entidade viu a necessidade de implementação e acompanhamento imediato das medidas de prevenção e controle da disseminação do vírus na instituição com o envolvimento de todos os profissionais/cuidadores, dos residentes e dos familiares.

As visitas foram suspensas, a entrada de pessoas ficou restrita, somente é permitido quando necessário, para a manutenção ou troca de equipamentos, tomando os devidos cuidados, realizando a medição da temperatura, higienização das mãos com álcool em gel, e passando pelo tapete sanitizante e fazendo uso de equipamentos de proteção.

A instituição tem realizado os exames preventivos com todos, afastando os colaboradores, quando suspeito, ou que tenham tido contato com alguém próximo com Covid-19, neste caso fazendo exames para poderem retornar ao trabalho. Foi impedida a circulação de veículos, até mesmo os de entregas de mercadorias, ficando apenas na portaria.

Os veículos dos funcionários estão ficando no ambiente externo da instituição. Os pneus dos veículos da instituição são higienizados quando necessário a sua entrada. Antes de entrar na instituição, já fazendo uso de máscara, é verificada a temperatura de cada funcionário, realizada a higienização das mãos, sola dos calçados e troca de roupas em um vestiário isolado para que não ocorra o contato com os acolhidos antes das precauções necessárias. A verificação da temperatura dos idosos é realizada duas vezes ao dia (manhã e noite).

A instituição disponibilizou um pavilhão isolado, com quartos, banheiros e área para a paramentação dos EPIs (Equipamentos de Proteção Individual) dos funcionários. Caso ocorra a internação hospitalar de algum idoso, ao retornar para a instituição ele fica nesta área, conforme orientações médicas.

Respeitando os protocolos, os acolhidos foram divididos em dois grupos em ambientes diferentes e colocados um distante dos outros durante as refeições. Durante as atividades de fisioterapia, serviço de convivência e fortalecimento de vínculos, rodas de conversas e outras atividades, os idosos também se dispõem com distanciamento e higienização conforme orientações.

Doações

Sensibilizados com o sofrimento dos acolhidos em razão do isolamento social, os membros do Rotary Clube de Tupã-Kaingangs e o Rotary Clube de Tupã-Vanuíre se juntaram no sentido de mobilizar nossa comunidade. Para isso, disponibilizaram uma conta para depósito: Rotary Clube de Tupã-Vanuíre - CNPJ-MF nº 04.612.315/0001-40 - Caixa Econômica Federal, agência 0362 - Conta tipo 013 número 001222399-3, onde todo o valor arrecadado será utilizado na compra de materiais e equipamentos para a instituição. "Estamos necessitando e contando com a ajuda de todos, seja como um doador ou colaborador mensal”, destacou a entidade.
O contato da instituição é 3496-3210, banco para depósito Caixa Econômica Federal, Agência 0362, conta corrente 285-6.

Instituição

A Instituição Casa dos Velhos de Tupã foi fundada em 20 de janeiro de 1951, por iniciativa de um grupo de abnegados cidadãos espíritas e tem por finalidade acolher idosos acima de 60 anos, de ambos os sexos, a fim de garantir a proteção integral, assegurando-lhes seus direitos. O acolhimento oferece abrigo, alimentação, vestuários, calçados, medicamentos, assistência médica, lazer, atividades lúdicas e de socialização para os acolhidos.

Atendimentos

No momento a instituição abriga 77 idosos, sendo 9 dependentes para a realização das atividades de vida diária, 24 semi-dependentes e 44 independentes. Compõe um quadro de 39 funcionários, dentre eles, cuidadores, auxiliares de limpeza, auxiliares de lavanderia, cozinheiras, funcionários de manutenção, porteiros, administrador, motorista, equipe de enfermagem, fisioterapeuta, assistente social, psicóloga, nutricionista e farmacêutico.

A instituição oferece para os idosos um cronograma de atividades internas, como oficinas temáticas (serviço de convivência e fortalecimento de vínculos, psicóloga e fisioterapeuta), Grupo Vida Ativa (caminhada, fisioterapeuta), grupo idosos em movimento (fisio-terapia), rodas de conversa (psicóloga), oficina de culinária (nutricionista e cuidadoras) e outras atividades são desenvolvidas com os voluntários e estudantes durante as visitas e passeios, que no momento estão suspensos devido à grave pandemia da Covid-19.
Jornal Diário
+ VEJA TAMBÉM