22 de Janeiro de 2021
20º/30º
Notícias - Local

Empresários recebem orientação para cumprimento do Plano São Paulo

Fiscalização será ampliada para assegurar respeito às normas

Empresários do setor de eventos do município receberam as orientações de segurança previstas no Plano São Paulo, para evitar que a contaminação pelo coronavírus continue a crescer. Por isso, o Departamento de Vigilância em Saúde e a Secretaria de Assuntos Jurídicos realizaram uma reunião na tarde de ontem (25) para conscientizar novamente o setor, e população em geral, da necessidade de cumprir as regras da Fase 4 do Plano.

"Alguns estabelecimentos de consumo local, e prestadores de atividades culturais e eventos não estavam respeitando a ocupação máxima permitida, o horário de funcionamento até às 23h e a adoção dos protocolos gerais. Com o cumprimento dessas medidas, a tendência é de melhora na situação da pandemia em Tupã, evitando a imposição de medidas mais restritivas”, explicou o secretário de Assuntos Jurídicos, João José Pinto – JJ.

A Prefeitura de Tupã está preocupada com o aumento dos casos no município e o intuito da ação de orientação é minimizar a probabilidade de contágio. Sendo assim, irá reforçar as fiscalizações tanto por parte das equipes da Vigilância Sanitária, quanto em parceria com a Polícia Militar.

De acordo com o secretário de Saúde, dr. Miguel ngelo de Maqui, a população não tem respeitado regras primordiais para conter a proliferação do coronavírus. "As pessoas não usam máscara como no início da pandemia, e a faixa etária de contaminados está entre 15 e 90 anos, ou seja, todos estão se contaminando por não haver mais cuidado”, enfatizou.

Dr. Miguel afirmou ainda o receio de sobrecarregar o sistema de saúde, ou de haver mais pacientes na UTI. "A maioria dos pacientes usa máscara de oxigênio ou ventiladores, e respondem bem a esse suporte. Queremos evitar que mais pessoas estejam em estado grave”, afirmou o médico.

Todas as regras do Plano São Paulo estão vigorando deste setembro. Entre as normas previstas está o uso obrigatório de máscara nos estabelecimentos; distanciamento mínimo de 1,5m; deixar os ambientes ventilados; não compartilhar objetos de uso pessoal, como copos, talheres e celulares; e a higienização dos espaços.

Cabe ao Governo do Estado de São Paulo rever a classificação das regiões de acordo com a da taxa de ocupação de leitos de UTI exclusivas para pacientes com Covid-19, a quantidade de internações dentro do período de 14 dias e o número de óbitos.
Prefeitura de Tupã
+ VEJA TAMBEM