10 de Julho de 2020
20º/30º
NOTÍCIAS » LOCAL

Justiça condena investigados por tráfico na Operação "Hawkeye” a mais de 100 anos de prisão

As investigações tiveram início no mês de setembro de 2018 pela Polícia Civil de Tupã.

Os trabalhos desenvolvidos pela Polícia Civil de Tupã, através da DISE, resultaram em mais de 100 anos de condenação de 12 investigados por tráfico de drogas e associação para o tráfico, todos eles alvos da Operação "Hawkeye” realizada em fevereiro de 2019.

As investigações tiveram início no mês de setembro de 2018, haja vista as informações de que indivíduo, recém egresso do sistema prisional e integrante de facção criminosa que age dentro e fora dos presídios, estaria praticando o tráfico de drogas. A partir de então, foram realizadas trabalhos de Polícia Judiciária, os quais demonstraram uma associação criminosa, cujos integrantes, alguns deles presos em unidades prisionais, com unidade de desígnios, fomentavam intenso tráfico de drogas.

No início de fevereiro de 2019, foi desencadeada a operação "Hawkeye”, quando foram cumpridos nove mandados de prisões temporárias e 9 mandados de busca.

Uma vez finalizada as investigações, os autos foram encaminhados ao Poder Judiciário, onde foi ofertada a denúncia pelo representante do Ministério Público.

Ao final de todo o processo, seguindo-se os trâmites legais, conferido aos acusados o direito a ampla defesa, a sentença final foi proferida pelo Poder Judiciário no final do mês de maio de 2020.

Por mais uma vez, demonstrada a eficiência de todo o trabalho de Polícia Judiciária desenvolvido por todos os policiais civis da DISE de Tupã, com irrestrito apoio do representante do Ministério Público, o Juiz de Direito da Vara Criminal da Comarca local condenou os investigados a um total de mais de cem anos de prisão pelos crimes de tráfico de drogas e associação para o tráfico de drogas.

As penas variam de 21 a 3 anos de reclusão e, agora os réus tem o direito de recorrer as penas impostas.
Conforme bem definiu o Doutor Flávio Delgado de Melo, "o trabalho pautado pela legalidade, com critérios objetivos e técnicos; a busca da verdadeira justiça; o ideal de ver cessar essa perniciosa prática criminosa que, infelizmente, assola toda nossa sociedade. Assim trabalham os valorosos policiais civis lotados na DISE. Sempre com apoio do Ministério Público e do Poder Judiciário, finalizamos com uma reprimenda justa a todos os envolvidos. Enfim, o Poder Judiciário ratificando todo um trabalho de investigação, o verdadeiro mister da Polícia Civil”.


Redação Polícia Civil/Foto: Internet
+ VEJA TAMBÉM