01 de Junho de 2020
12º/26º
NOTÍCIAS » SAÚDE

Mais de 60 donos de residências foram notificados por causa da dengue em Tupã

Prefeitura aumentou em 47,36% as fiscalizações em residências.

A Prefeitura de Tupã segue investindo em ações e equipamentos para combater à dengue e evitar uma nova epidemia no município. As fiscalizações de residências neste ano aumentaram 47,36% em relação ao mesmo período de 2019.

Os dados fornecidos pelo Departamento de Entomologia e Endemias de Tupã mostram que, até o final de abril de 2020, já foram realizadas 44.695 visitas, sendo 14.366 fiscalizações a mais do que o mesmo período no ano passado, que contabilizou 30.329.

Para o chefe do Departamento, Marcos Antônio de Barros – "Marquinho da Dengue”, o aumento nestas fiscalizações é bastante positivo para a diminuição de casos confirmados da doença no município.

"O aumento de fiscalizações em residências resulta na diminuição de casos confirmados de dengue, já que os agentes eliminam os criadouros e também orientam os moradores sobre como evitar que novos focos do mosquito sejam encontrados em sua moradia”, destacou.

Além disso, neste ano, os agentes começaram a notificar todos os proprietários que receberam as devidas orientações sobre o combate ao mosquito Aedes aegypti e mesmo assim, em visitas posteriores, ainda eram encontrados criadouros espalhados pela residência.

De acordo com Marquinho da Dengue, 64 proprietários foram notificados para comparecerem ao Departamento e esclarecer sobre os focos de dengue na residência. Todos os moradores se apresentaram e adequaram a residência.

"As notificações são uma maneira de darmos mais uma chance para aqueles munícipes que têm focos de dengue em suas residências. Após a notificação, voltamos ao imóvel para fiscalizar se o morador se adequou e eliminou os criadouros do local”, contou.

Atenta às outras formas de combate ao mosquito da dengue para somar aos trabalhos já realizados, a Prefeitura de Tupã já passou o larvicida biológico cepas do Bacillus thuringiensis israelensis (Bti), que age na eliminação das larvas do Aedes, em 50% do município.

Atualmente, também segue nebulizando a cidade com o inseticida Cielo que, diferente do biolarvicida, atua na eliminação de mosquitos adultos. Até o momento, 10 bairros e 3 partes da região central já receberam o serviço, que a partir de hoje (7), ocorrem na Vila Independência e Jardim Paulista.


10 bairros e 3 partes da região central já receberam o serviço de nebulização.


Segundo Marquinho, para que todo esse trabalho ocorresse efetivamente, o município investiu em 5 bombas costais, 1 bomba mini geradora UBV e também em biolarvicida. Ao todo, foram investidos R$ 39 mil nestes equipamentos.

"Adquirimos maquinários para que os trabalhos fossem realizados com eficiência e agilidade. Além disso, a Prefeitura também entregou equipamentos de proteção e utensílios essenciais para todos os agentes do departamento. Tudo para garantir a segurança dos profissionais e ampliar ainda mais os serviços prestados à população”, destacou.

O prefeito Caio Aoqui ressaltou que o combate à dengue é questão de saúde pública, e por isso os trabalhos seguem intensificados desde quando assumiu a Administração Municipal, em maio do ano passado. O chefe do Executivo também destacou os investimentos na saúde.

"Gastos com a saúde são investimentos para a melhora da qualidade de vida da população. Estamos trabalhando muito para desenvolver a nossa cidade cada vez mais. Mesmo em meio à pandemia do novo Coronavírus, nos preocupamos com o combate à dengue e com a saúde dos tupãenses”, concluiu.

Assessoria de Imprensa
+ VEJA TAMBÉM