05 de Fevereiro de 2023
20º/30º
Notícias - Local

Motociclistas de Tupã fazem trajeto de Biz até o Santuário de Aparecida

A aventura é marcada pela disposição e pela fé dos participantes. Em 2023, a viagem ocorreu entre os dias 13 e 15 de janeiro.

Motociclistas de Tupã fazem trajeto de Biz até o Santuário de Aparecida (Foto/Cedida por Jhonnatan Barbosa)
Motociclistas de Tupã fazem trajeto de Biz até o Santuário de Aparecida (Foto/Cedida por Jhonnatan Barbosa)


Dois dias de viagem, 24 horas de estrada e 1.400 quilômetros percorridos de Honda Biz com destino à Aparecida (SP). Um grupo de amigos de Tupã encara este desafio todos os anos.

Fé e curiosidade movem estes tupãenses católicos. Isso porque os Romeiros de Biz, como são chamados, cortam o estado de São Paulo com este percurso há sete anos.

E em 2023 não poderia ser diferente. O grupo, liderado pelo empresário Rudi Emídio Pereira, colocou a motoneta na estrada novamente entre os dias 13 e 15 de janeiro.

Em 2023, a viagem ocorreu entre os dias 13 e 15 de janeiro (Foto/Cedida por Jhonnatan Barbosa)
Em 2023, a viagem ocorreu entre os dias 13 e 15 de janeiro (Foto/Cedida por Jhonnatan Barbosa)


Os romeiros de Biz fazem paradas estratégicas a cada 100 quilômetros para abastecer e chamam atenção por onde passam, principalmente nos postos de combustíveis e pedágios. O grupo começou apenas com Rudi Emídio Pereira, mas hoje já conta com 20 integrantes.

"A ideia começou com o Rudi, através de uma promessa que se fosse realizada, ele iria fazer o caminho todos os anos. Ele começou sozinho e hoje já somos 20", explicou Jhonnatan Barbosa, integrante dos Romeiros de Biz.

Os romeiros chamam atenção por onde passam, principalmente nos postos de combustíveis e pedágios. (Foto/Cedida por Jhonnatan Barbosa)
Os romeiros chamam atenção por onde passam, principalmente nos postos de combustíveis e pedágios. (Foto/Cedida por Jhonnatan Barbosa)


Para Jhonnatan Barbosa o que mais marcou durante as viagens é a união de todos os membros.

"Somos um grupo unido e, como dizem: ninguém fica para trás! Saímos juntos, chegamos juntos. São homens de diversas classes sociais e profissões, que deixam o conforto de sua casa e família, para 'andar' todo esse trajeto e cumprir um propósito maior que é a fé, num mundo como hoje, religião e fé poderiam mudar muitas coisas", declarou

Vale destacar que para embarcar nesta aventura é necessário apenas uma motoneta. Motores mais potentes são apenas o triciclo e o carro de apoio, que acompanham os romeiros de Biz.

Depois da aventura pela estrada, ao chegar em Aparecida, os romeiros participam da celebração e fazem alguns registros. E depois de descansar, pé na estrada e de volta para Tupã. A jornada exige bastante disposição e nenhuma pressa de seus viajantes.
Redação - Ana Santoni
Receba em primeira mao nossas noticias!
Participe de nossos grupos:
+ VEJA TAMBEM