12 de Julho de 2020
20º/30º
NOTÍCIAS » SAÚDE

Prefeitura realiza orientações aos proprietários de academias do município

O Secretário de Saúde enfatizou que a distância entre os equipamentos e entre alunos é o dobro da distância recomendada fora das academias, pois devido à respiração mais intensa, o risco de contaminação pelo ar é maior.

A Secretaria Municipal de Saúde realizou na tarde da última quinta-feira (18) uma palestra com os proprietários de academias da cidade. A realização se deu no Kaikan e o objetivo era passar orientações a respeito das restrições e medidas necessárias para a flexibilização da reabertura destes estabelecimentos de forma segura e responsável. A reabertura está prevista para iniciar já na próxima segunda-feira (22).

A Prefeitura já realizou diversas ações semelhantes para outros setores do comércio, visando o retorno com restrições e exigências que garantem a segurança e higiene nestes ambientes, evitando o progresso do novo Coronavírus na cidade.
Dentre as palestras semelhantes, a Administração promoveu recentemente orientações aos feirantes e proprietários de supermercados, que também foram aconselhados sobre as devidas medidas na qual os estabelecimentos devem seguir.

O prefeito Caio Aoqui enfatizou a preocupação em orientar os profissionais que trabalham no setor, destacou os resultados otimistas da cidade em relação à flexibilização da reabertura do comércio e frisou que Tupã é a única cidade do estado de São Paulo a reabrir academias, pois está na fase 4 (verde).

"Estamos obtendo resultados otimistas quanto às nossas ações de prevenção ao novo vírus e flexibilização da reabertura do comércio. Somos a única cidade do estado a trabalhar na fase 4, graças à uma liminar; o que nos permite reabrir as academias, por meio de restrições e medidas específicas. Fizemos esta palestra para orientar e sanar dúvidas dos proprietários dos estabelecimentos, assim como fizemos com outros setores antes de reabrirem ou enquanto houve dúvidas referentes às restrições”, explicou.

Caio ainda destacou que a Santa Casa está com baixos índices de ocupações, tanto da UTI, quanto da enfermaria, demonstrando que as medidas de prevenção são efetivas e a economia pode andar junto à saúde. O chefe do Executivo ainda comentou que mesmo com dados otimistas, é importante manter os cuidados e a postura responsável e consciente tanto da população, quanto dos responsáveis por estabelecimentos comerciais.

"Graças aos esforços da população, dos proprietários de estabelecimentos e do Poder Público estamos enfrentando a pandemia aliando a saúde e economia. Estamos com uma equipe de fiscalização e temos parceria com a Polícia Militar, que dá suporte e apoio aos trabalhos, orientando e tomando as devidas providências caso as medidas necessárias sejam desrespeitadas. Agradecemos a compreensão e cumprimento das recomendações, e peço que continuem seguindo estas orientações para mantermos nossa cidade com a economia e saúde progredindo”, destacou.

Silvia Arantes, proprietária de uma academia do município, agradeceu os esforços da Prefeitura para manter os estabelecimentos abertos e enfatizou a satisfação ao notar o cuidado de chamar os proprietários de academias para terem as dúvidas sanadas comunicar as recomendações e exigências para a reabertura.

"Esta palestra trouxe mais tranquilidade e segurança para aplicarmos as medidas recomendadas e seguir as orientações. As instruções foram boas, e agora sabemos como proceder, implantando álcool em gel, limpeza diferenciada, entre outras medidas fundamentais para manter combater o novo vírus. Nós do setor da educação física, temos participação na saúde por meio das atividades, e isso reforça a importância do ramo no momento. Agradeço a equipe da Saúde e ao Prefeito pelos trabalhos, atenção e orientações”, comentou.

Pedro Viera, proprietário de duas academias da cidade, destacou a felicidade de poder participar desta palestra e enfatizou a alegria de Tupã estar reabrindo estabelecimentos deste setor, mesmo com restrições e limitações.

"O prefeito Caio Aoqui fez com que Tupã se diferenciasse no estado de São Paulo, possibilitando o funcionamento das academias com restrições e respeitando exigências recomendadas pelas autoridades de saúde. Parabenizo o Poder público por lutar para manter os estabelecimentos abertos e a economia caminhando”, salientou.

Objetivo da reunião foi passar orientações para uma reabertura segura e responsável dos estabelecimentos
Objetivo da reunião foi passar orientações para uma reabertura segura e responsável dos estabelecimentos


O secretário municipal de Saúde, Dr. Miguel de Marchi, ressaltou que é fundamental realizar ações de conscientização e orientação aos proprietários e responsáveis pelas atividades comerciais, para possibilitar uma flexibilização segura e responsável. O titular da Pasta também explicou que a maioria dos temas abordados na palestra se deu com base nas recomendações das autoridades de saúde e nas dúvidas dos proprietários de academias.

"Vimos o interesse deste setor em retomar as atividades de forma segura, e buscamos sanar as dúvidas enviadas pelos proprietários de academias da cidade por meio desta palestra, assim como fizemos anteriormente com feirantes e donos de supermercados. A reabertura será a partir desta segunda-feira (22), e para nós é um marco muito importante, tanto pela importância desta atividade para a saúde da população, quanto por Tupã ser a única cidade do estado a reabrir estes estabelecimentos”, apontou.

Dr. Miguel ainda informou algumas das medidas recomendadas na palestra e reforçou que, mesmo que os resultados sejam otimistas, é necessário manter as medidas e recomendações para enfrentar o novo coronavírus, mantendo a economia progredindo e a saúde com capacidade de atendimento.

"Esta atividade requer proximidade, contato com os aparelhos e provoca respiração mais intensa, o que pode facilitar a propagação do novo coronavírus. Por isso, a reabartura contará com medidas como a higienização correta dos equipamentos antes de cada atividade, distância correta entre equipamentos e entre alunos; levar a própria garrafa, luvas e demais equipamentos pessoais, usar álcool em gel entre os exercícios, entre outras”, informou.

O titular da Pasta enfatizou que a distância entre os equipamentos e entre alunos é o dobro da distância recomendada fora das academias, pois devido à respiração mais intensa, o risco de contaminação pelo ar é maior. Ele explicou também o motivo de a prática de alguns esportes ser proibida. Miguel concluiu pedindo a colaboração e paciência da população.

"Esportes como o futebol, futsal e outros que têm contato, são perigosos, pois tem contato direto e intensifica a respiração, o que aumenta o risco de contaminação por contato físico e pelo ar. Por conta da respiração mais intensa, aumentamos a distância entre os alunos e entre os equipamentos, além de proibir as aulas coletivas. Pedimos paciência e colaboração da população, pois estamos um passo à frente das demais cidades e devemos seguir as recomendações para continuar progredindo”, concluiu.


Assessoria de Imprensa
+ VEJA TAMBÉM