24 de Outubro de 2020
20º/30º
NOTÍCIAS » LOCAL

Recanto Vicentino em Tupã não tem idosos contaminados pela covid-19

O Recanto Vicentino está ampliando os cuidados aos sete idosos com idades entre 67 a 89 anos que moram nas residências do projeto

O Recanto Vicentino está ampliando os cuidados aos sete idosos com idades entre 67 a 89 anos que moram nas residências do projeto, localizado na Rua Coroados, 2020, Bairro Tupã Mirim I, para evitar contaminações pelo novo coronavírus (Covid-19).

O coordenador do Recanto Vicentino, José Mário de Carvalho, explicou que os idosos do projeto receberam kits de limpeza, contendo álcool em gel para realizar a higienização pes-soal e de suas residências. "Esses kits terão duração até o final do ano”, afirmou.

Para evitar aglomerações com o aumento da movimentação de pessoas no projeto, Carvalho explicou que as visitas aos idosos permanecem proibidas durante a pandemia. Estamos apenas controlando mais a saída dos idosos. Eles só saem para realizar serviços que dependem somente deles, como receber seus pagamentos nos bancos. Mas mesmo quando saem, utilizam máscaras que foram doadas pela população”, salientou.

O coordenador explicou que os idosos têm cumprido as medidas de distanciamento social e de higienização que, até o momento, apresentaram resultados positivos na entidade. "Graças a Deus estamos conseguindo controlar bem essa situação. Todas as semanas temos reuniões para passar informações aos idosos sobre a prevenção à doença. Até o momento, não tivemos nenhum caso positivo”, disse.

Horta

A horta mantida pelo Recando Vicentino continua atendendo a população, mas tomando as devidas precauções em relação à prevenção dos idosos. Vale lembrar que os consumidores que visitam a horta não possuem contato com os internos, pois o prédio onde estão abrigados não fun-ciona no mesmo espaço.
Para realizar as compras, os consumidores deverão utilizar máscaras faciais e fazer o uso de álcool em gel disponível no local.

Na horta, podem ser encontradas verduras orgânicas, como alface, rúcula, cheiro-verde, almeirão, vendidas a R$ 3,50 o maço. Parte do lucro obtido com as vendas é destinado para a manutenção do Recanto Vicentino.

Jornal Diário
+ VEJA TAMBÉM