16 de Janeiro de 2021
20º/30º
Notícias - Local

Tupã terá carreata pelo Dia de Eliminação da Violência contra a Mulher

Ação é uma parceria do CREAS, Comissão da Mulher Advogada e DDM.

Para lembrar a importância do combate à violência de gênero, o Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS), em parceria com a Comissão da Mulher Advogada de Tupã, e a Delegacia da Mulher, farão uma carreata pelo Dia Internacional para a Eliminação da Violência contra as Mulheres, neste sábado (28), com saída em frente ao prédio da Polícia Militar, às 9h.



A violência contra a mulher abrange condutas criminosas que vão desde as agressões físicas, às ofensas verbais e do descaso à humilhação psicológica. Em Tupã, mulheres vítimas de violência recebem atendimento sigiloso e especializado no CREAS. Além disso, há encaminhamento para atendimento psicológico clínico e inserção no Grupo Recomeçar.

De acordo com coordenadora do CREAS de Tupã, Jaqueline Fernanda Vieira, o Grupo Recomeçar trabalha o fortalecimento de mulheres em situação de violência, uma vez que essa mulher precisa romper a dependência emocional, e muitas vezes financeira, que ela tem com o agressor. "A vítima pode procurar atendimento e orientações diretamente na unidade do CREAS, e receber o apoio e os encaminhamentos necessários”, explicou.

Segundo dados da Secretaria de Segurança Pública, de janeiro a outubro de 2020, foram instaurados 194 inquéritos policiais na DDM de Tupã. No mesmo período do ano passado, foram 204 episódios. Segundo a Delegada da Delegacia de Defesa da Mulher de Tupã, dra. Cristiane Camargo Braga, nos últimos quatro anos os índices de violência doméstica têm se mantido iguais no município.

"A violência contra mulher existe porque decorre de um comportamento machista, e mudar isso demanda uma alteração cultural, um processo de conscientização tanto dos autores, quanto das vítimas. A questão é trabalhar toda a sociedade. Mas, nós estamos caminhando nesse sentido, acredito que já melhoramos e a tendência é melhorar ainda mais”, afirmou a delegada.

Violência contra a Mulher

Em 1999, a ONU escolheu 25 de novembro como Dia Internacional para a Eliminação da Violência contra as Mulheres. A data tem por objetivo conscientizar as pessoas sobre as diferentes formas de agressão doméstica e social infligidas contra o gênero feminino, que em muitos casos acabam com a morte da vítima.
Conforme a delegada da DDM, "em Tupã há uma rede de proteção à mulher, composta pelo CREAS, Serviço de Saúde e Delegacia de Defesa da Mulher. É importante que a mulher saiba que o primeiro passo para combater a violência doméstica é a denúncia”.
Prefeitura de Tupã
+ VEJA TAMBEM