23 de Setembro de 2020
20º/30º
NOTÍCIAS » LOCAL

Voluntários doam ração para idosa que furtou comida para gatos em supermercado de Tupã

A publicação do Tupacity.com rendeu mais de 300 comentários, entre eles, muitas solicitações de ajuda à senhora, que tem 83 anos.

Mobilizados por reportagem publicada ontem (5/8) pelo Tupacity.com,, protetores voluntários de animais fizeram doação para idosa que furtou ração para gatos de supermercado de Tupã.

A publicação do Tupacity.com rendeu mais de 300 comentários, entre eles, muitas solicitações de ajuda à senhora, que tem 83 anos.



A reportagem entrou em contato com Nádia Bortolotto Morales, que é protetora voluntária independente. De acordo com ela, a idosa mora sozinha, é bastante debilitada e cuida de mais de 40 gatos que são despejados em sua casa pela população.

"Eu conheço essa idosa e a casa dela é praticamente um depósito de gatos, assim como tantos outros pontos da cidade onde a população abandona animais. Estamos nos mobilizando para ajudá-la, já que muitos gatos estão doentes", explicou Nádia.

Ainda de acordo com ela, apesar de tantos comentários, incluindo o contato deixado por Nádia no post do Facebook do TupaCity.com, poucas pessoas entraram em contato para oferecer ajuda.

"Entendemos que o que ela fez foi sim errado, mas no fundo ela só queria alimentar os animais. Ela mora sozinha e muitas vezes acorda cedo para fazer comida e dar para os animais. Vamos acompanhá-la e fazer o que pudermos para ajudar", salientou a protetora voluntária.

Por isso, quem quiser contribuir com a doação de ração pode entrar em contato com Nádia Bortolotto pelo telefone (14) 99706-1816. Vale lembrar que, para a segurança da idosa, o endereço da residência onde ela mora não será divulgando, sendo que todas as doações devem ser feitas aos protetores voluntários.

Relembre o caso

Uma idosa de 83 anos foi detida na tarde desta segunda-feira (3) por volta das 15h após tentar furtar quatro sachês de comida para gatos de supermercado em Tupã.

O fato foi registrado no estabelecimento que fica na Rua Guaranis. De acordo com as informações do Boletim de Ocorrência, a mulher é natural da cidade de Lins e nasceu em 1937.

A idosa foi conduzida no banco traseiro da viatura policial à Central da Polícia Judiciária (CPJ). Após lavrado o boletim de ocorrência, ela foi liberada e os produtos restituídos ao supermercado através do funcionário do local.

Redação Tupacity/ Foto ilustrativa
+ VEJA TAMBÉM