28 de Novembro de 2022
20º/30º
Notícias - Mundo

Marca de ketchup Heinz terá de mudar rótulo após a morte da rainha; entenda

Mudança deve ocorrer devido ao Royal Warrant, um documento que permite que uma empresa use o brasão real nos produtos e na comercialização deles em troca do fornecimento de bens e serviços à realeza.

A multinacional Heinz terá que mudar os rótulos dos frascos de ketchup no Reino Unido após a morte da rainha Elizabeth 2ª, que ocorreu na quinta-feira passada (8).

De acordo com o tabloide britânico Mirror, a mudança deve ocorrer devido ao Royal Warrant, um documento que permite que uma empresa use o brasão real nos produtos e na comercialização deles em troca do fornecimento de bens e serviços à realeza.

Durante o período em que esteve no poder, a Rainha Elizabeth 2ª utilizava um brasão com o leão da Inglaterra, o unicórnio da Escócia e um escudo dividido em quatro quartos acompanhado pelas palavras "por compromisso para Sua Majestade, a Rainha".

No caso do ketchup Heinz, por exemplo, este símbolo é exibido na parte superior e frontal dos frascos vendidos no Reino Unido.

O que vai mudar? Com a morte da monarca, a imagem deve ser alterada para o brasão do rei Charles 3º.

Outras marcas também precisarão mudar os rótulos, além da Heinz, como os chás da marca britânica Twinings e os champanhes Bollinger, que terão de alterar o design dos produtos ou entrar com uma solicitação atualizada.

Os Royal Warrants são concedidos a cerca de 30 empresas por ano. A RWH (Associação de titulares de Royal Warrants, em tradução livre) disse que as empresas devem provar que a casa real usa regularmente seus produtos e que "os candidatos também são obrigados a demonstrar que possuem uma política ambiental e de sustentabilidade adequada e um plano de ação".

Mais empresas utilizaram o título durante o mandato da rainha Elizabeth 2ª, como Cadbury, Coca-Cola, Premier Foods, Unilever, British Sugar, Britvic, Martini, Dubonnet e Johnnie Walker.

As empresas podem reaplicar para garantir o título, desde que provem que fornecem "produtos ou serviços de forma regular e contínua às famílias reais por pelo menos cinco anos dos últimos sete".
UOL
Receba em primeira mao nossas noticias!
Participe de nossos grupos:
+ VEJA TAMBEM