01 de Dezembro de 2021
20º/30º
Notícias - Mundo

Mutação do coronavírus é detectada em 214 pessoas na Dinamarca

Alteração no genoma do vírus foi encontrada inicialmente em visons; na quinta-feira governo anunciou decisão de sacrificar 17 milhões de animais.

Uma mutação do SARS-CoV-2, nome científico do novo coronavírus, identificada em visons, na Dinamarca, foi detectada em 214 pessoas no país, segundo informações divulgadas nesta sexta-feira (6) pelo Statens Serum Institut, centro de referência para doenças infecciosas no país.

De todos os casos confirmados, 14 são de fora da região de Jutlândia do Norte, onde o governo dinamarquês anunciou ontem a imposição de restrições de movimento, com impedimento de trafegar entre diferentes cidades por quatro semanas, e a decisão de sacrificar cerca de 17 milhões de visons.

"A infecção entre as fazendas de visons está aumentando em número e extensão geográfica, sem que as medidas preventivas tenham funcionado", apontou o Statens Serum Institut, por meio de comunicado.

"Foram visto novas variações de visons com Covid-19, que mostram uma sensibilidade reduzida aos anticorpos de várias pessoas com infecções anteriores. Isso é grave, já que pode significar que uma futura vacina será menos eficaz, por causa desses variantes", indica o órgão.

O Statens Serum Institut ainda destaca que infecções foram identificadas entre pessoas que trabalham nas fazendas de visons, mas também entre a população local.

De acordo com o instituto, já foram detectadas cinco variações do SARS-CoV-2 no pequeno mamífero e uma delas "exibe uma menor suscetibilidade aos anticorpos de múltiplos indivíduos com infecções passadas, em relação ao vírus não mutado".

Essa variação, conforme indica o Statens Serum, foi encontrada, especificamente, em cinco fazendas de visons e em 12 amostras de infecções em humanas, ao longo de agosto e setembro.

Ontem, a Organização Mundial de Saúde (OMS) divulgou que estava em contato com as autoridades da Dinamarca e que vinha acompanhando a situação.

O Ministério da Agricultura da Suécia, por sua vez, confirmou ainda nesta quinta-feira, um surto de infecções do novo coronavírus entre visons, que afeta dez fazendas na região de Bleking, no sul do país.
R7
Receba em primeira mao nossas noticias!
Participe de nossos grupos:
+ VEJA TAMBEM