06 de Julho de 2022
20º/30º
Notícias - Mundo

Olhe para o céu! Vênus e Júpiter estarão em conjunção neste final de semana

Fenômeno poderá ser visto em todo o Brasil, de acordo com o Observatório Nacional.

Os planetas Vênus e Júpiter irão "se encontrar" neste final de semana — pelo menos da perspectiva de quem está na Terra.

Haverá uma conjunção planetária visível em todo o Brasil, segundo o Observatório Nacional (ON), instituto de pesquisa vinculado ao Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI). De acordo com o órgão, para visualizar o fenômeno, o ideal é olhar para o céu antes do amanhecer e na direção do nascer do Sol.

"Júpiter e Vênus estarão em conjunção e aparentemente muito próximos tanto na madrugada de sábado dia 30 de abril, quanto na madrugada de domingo dia 1º de maio", informou o ON. Além disso, Netuno também estará visível no mesmo campo de visão de um telescópio.

Configuração do céu na noite de sábado (30) — Foto: Observatório Nacional
Configuração do céu na noite de sábado (30) — Foto: Observatório Nacional


"O que vai diferir é somente a altura dos astros, de acordo com a localidade. No Rio de Janeiro, às 4h30 da manhã [do dia 30>, eles já estarão a uma altura de 18 graus e vão ficando cada vez mais altos em relação ao horizonte, até que a claridade do dia fará com que não possamos mais vê-los", explicou a tecnologista-sênior do ON, Josina Nascimento.

Em 11 de fevereiro, também ocorreu uma conjunção entre Vênus e Júpiter antes do amanhecer. No entanto, os planetas estavam próximos ao Sol e isso dificultou a observação do fenômeno.

O observatório informa que em 2 de março de 2023 haverá outra conjunção entre os dois planetas, mas com uma distância maior entre eles. Na última quarta-feira (27), um morador de Vitória de Santo Antão, na Zona da Mata de Pernambuco, conseguiu registrar Vênus e Júpiter no céu, próximos à Lua.

Já em 19 de abril, Júpiter, Vênus, Marte e Saturno estavam alinhados no céu e foram registrados no amanhecer seco e frio de São Paulo.

O que é uma conjunção de planetas?

Nascimento explica que a conjunção planetária é um "evento entre dois corpos celestes" que "estão na mesma linha". Essa linha, segundo a especialista, é o meridiano celeste:

"Da mesma forma que usamos o sistema de coordenadas geográficas para designar um lugar sobre a superfície terrestre, usamos sistemas de coordenadas para localizar um astro no céu. Um desses sistemas é o sistema de coordenadas equatoriais.", explica.

Na Terra, as latitudes são contadas a partir da linha do equador. Já no céu, elas são contadas a partir do equador celeste, uma extensão do sistema da Terra.

"Já as longitudes, na Terra, são contadas a partir do meridiano de Greenwich. Enquanto isso, no céu, a ascensão reta é contada a partir do chamado ponto vernal, o local onde o Sol está no equinócio de março", complementa.

Fotografia de Kiko Fairbairn foi selecionada pela Nasa — Foto: Kiko Fairbairn
Fotografia de Kiko Fairbairn foi selecionada pela Nasa — Foto: Kiko Fairbairn


Nascimento explica que os dois planetas podem estar na mesma linha, no mesmo meridiano, mas mesmo assim estarem bem distantes. É apenas um "truque" para quem está observando da perspectiva da Terra.

'Conjunção de milhões'

Uma outra conjunção entre planetas, desta vez entre Vênus e Marte, rendeu a publicação de uma fotografia de um brasileiro pela agência espacial americana (Nasa).

O fotógrafo de astronomia Kiko Fairbairn registrou o fenômeno raro, com clique feito em Teresópolis, no Rio de Janeiro. Os dois planetas foram avistados da perspectiva da Terra próximos em 4 de março, durante o Carnaval. Na região serrana do estado, é possível ver Vênus, à esquerda, e Marte, à direita.
G1
Receba em primeira mao nossas noticias!
Participe de nossos grupos:
+ VEJA TAMBEM

Vídeo: mulher quebra garrafas de vinho em mercado após ser demitida

Jovem alega que vídeo foi editado pelos antigos empregadores e que sofria injustiça no local de trabalho

Papa discutirá com governo ucraniano possível viagem ao país

Um garoto ucraniano chamado Sachar perguntou ao Papa: "Você pode vir à Ucrânia para salvar todas as crianças que estão sofrendo lá agora?"

Sinais misteriosos: dados de sonda de 45 anos que viaja fora do Sistema Solar intrigam cientistas da Nasa

A sonda, o objeto mais distante da Terra já lançado pelo homem, tem como objetivo coletar dados do chamado espaço interestelar. Mistério que intriga cientistas está no sistema de orientação espacial do equipamento.

Agentes são acionados para capturar leão solto em cidade do Quênia, mas quando chegam ao local encontram apenas sacola de mercado

Equipe de proteção aos animais chegou preparada para lidar com um felino, mas acabou se deparando com uma sacola de compras com desenho de leão.

Novo surto de ebola atinge a República Democrática do Congo

O último surto teve duração de 42 dias. Na ocasião, foram notificados 11 casos (oito confirmados e três prováveis) e seis mortes na província do Kivu Norte.

Rincón, ex-jogador de futebol, morre aos 55 anos na Colômbia

Ídolo no Brasil e em seu país natal não resistiu aos ferimentos após ter o carro atingido por um ônibus na Colômbia, na última segunda-feira (11); jogador teve traumatismo craniano e passou por um delicada cirurgia, mas não sobreviveu.

- Veja a lista completa