22 de Outubro de 2020
20º/30º
NOTÍCIAS » REGIÃO

Cão é resgatado cinco dias após cair em vale de 50 metros em Marília

Animal da raça Yorkshire caiu em um vale do Bairro Bandeirantes na última sexta-feira (9) e foi localizado com sinais de cansaço e desidratação. Bombeiros usaram técnica de rapel na operação.

Um cão da raça Yorkshire foi resgatado nesta quarta-feira (14) pelo Corpo de Bombeiros cinco dias após cair em um precipício de cerca de 50 metros de profundidade localizado no Bairro Bandeirantes, em Marília (SP).

Segundo os bombeiros, o cachorro chamado Théo caiu no vale, formação geológica também conhecida na cidade como itambé, próximo ao final da Rua João Florêncio de Carvalho.

Bombeiros conseguiram resgatar o animal numa segunda tentativa; na primeira, animal estava assustado e fugiu — Foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação
Bombeiros conseguiram resgatar o animal numa segunda tentativa; na primeira, animal estava assustado e fugiu — Foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação


Segundo os donos, o animal estava brincando com outro cachorro da casa quando acabou caindo de uma altura de 50 metros na última sexta-feira (9).

O Corpo de Bombeiros foi acionado e já havia realizado buscas no local, descendo no vale com técnicas de rapel. Porém, com a presença dos homens da corporação, o cão se assustava e acabava fugindo.

Nesta quarta-feira, durante novas buscas, a equipe conseguiu realizar o resgate do animal, que já apresentava sinais de cansaço e desidratação.

Cão foi colocado numa bolsa e içado pelos bombeiros com cordas e técnicas de rapel: desidratado e cansado — Foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação
Cão foi colocado numa bolsa e içado pelos bombeiros com cordas e técnicas de rapel: desidratado e cansado — Foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação


O cão foi colocado numa bolsa e os bombeiros foram içados por cordas para subir as paredes do vale. O animal foi resgatado sem ferimentos e devolvido a seus donos.

Cãozinho foi devolvido para seus donos, sem ferimentos — Foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação
Cãozinho foi devolvido para seus donos, sem ferimentos — Foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação

G1
+ VEJA TAMBÉM