05 de Fevereiro de 2023
20º/30º
Notícias - Região

Casal suspeito de extorquir e esfaquear devedor na cobrança de dívida de R$ 15 mil acaba preso em Salmourão

Socorrida com perfuração intestinal, vítima foi submetida a procedimento cirúrgico de emergência e ainda segue internada na Santa Casa de Misericórdia

A Polícia Civil prendeu nesta sexta-feira (20) um casal suspeito de envolvimento em um crime de extorsão qualificada por lesão corporal ocorrido na última segunda-feira (16) em Salmourão.

A vítima foi um homem, que levou facadas na barriga em sua própria residência. Ele foi socorrido e, depois de passar pelos primeiros atendimentos no Pronto-socorro de Salmourão, acabou transferido para a Santa Casa de Misericórdia de Osvaldo Cruz, onde foi constatada uma perfuração intestinal. A vítima foi submetida a procedimento cirúrgico de emergência e ainda segue internada em um estado de saúde considerado estável.

O caso foi inicialmente registrado como tentativa de homicídio e, ao longo da semana, as investigações levaram a Polícia Civil a identificar um casal, morador de Salmourão, como suspeito da autoria, que foi confirmada pela vítima e por uma testemunha por meio de reconhecimento fotográfico.

Segundo a polícia, o casal é envolvido com o comércio de drogas e, na manhã da última segunda-feira (16), acordou a vítima na residência dela para cobrar uma dívida no valor de R$ 15 mil.

Casal suspeito de extorquir e esfaquear devedor na cobrança de dívida de R$ 15 mil acaba preso em Salmourão (Foto/Reprodução)
Casal suspeito de extorquir e esfaquear devedor na cobrança de dívida de R$ 15 mil acaba preso em Salmourão (Foto/Reprodução)


Constrangimento

O homem e a mulher constrangeram a vítima, mediante violência e ameaça, a pagar a quantia devida ou a passar-lhes a escritura de um imóvel. Na oportunidade, o casal agrediu a vítima com tapas e socos e, em seguida, desferiu pelo menos três facadas no braço e na região abdominal do homem.

Em seguida, o casal ainda teria ameaçado a esposa da vítima, caso ela chamasse a polícia, e ordenado que o morador fosse socorrido e não contasse detalhes da agressão.

Os moradores ainda foram ameaçados de morte, caso não pagassem a dívida ou não passassem a escritura do imóvel até à tarde da segunda-feira (16), situação que configura, em tese, segundo a polícia, o crime de extorsão.

Na quarta-feira (18), a Polícia Civil representou à Justiça pela busca domiciliar e pela prisão temporária do casal. As ordens judiciais foram deferidas na quinta-feira (19).

Cumprimento de mandados

Os mandados foram expedidos nesta sexta-feira (20), enquanto o casal estava na Delegacia da Polícia Civil, aonde havia se dirigido espontaneamente para prestar esclarecimento sobre o caso.

Com isso, a Polícia Civil cumpriu o mandado judicial de prisão temporária pelo prazo de cinco dias.

Em seguida, os policiais compareceram à residência do casal, onde foram encontrados e apreendidos: uma pequena porção de maconha de uso pessoal do investigado; uma blusa de moletom da investigada supostamente utilizada por ela no dia do crime, pois com as mesmas características descritas pela esposa da vítima; dois aparelhos celulares pertencentes aos investigados; duas facas limpas, porém, com as características descritas pela esposa da vítima; uma televisão e uma geladeira, que teriam sido "confiscadas" pelo casal de investigados semanas atrás da vítima para o abatimento de parte da dívida.

Após o cumprimento da prisão e da busca domiciliar, o casal foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML), em Adamantina (SP), para submeter-se ao exame de corpo de delito cautelar.

Posteriormente, o homem foi conduzido para a Cadeia de Adamantina, enquanto a mulher foi levada para a Cadeia de Tupi Paulista (SP), de onde serão apresentados à Justiça para a audiência de custódia.
G1 Prudente
Receba em primeira mao nossas noticias!
Participe de nossos grupos:
+ VEJA TAMBEM