15 de Outubro de 2021
20º/30º
Notícias - Região

Centro de Sismologia confirma tremor de terra sentido por moradores da região

Abalo durou cerca de 10 segundos em Guaimbê. Há relatos de que as casas e objetos tremeram também em Júlio Mesquita.

Os moradores de Júlio Mesquita e Guaimbê acordaram assustados na manhã desta quarta-feira (15) devido a um tremor de terra que foi sentido nas duas cidades. O abalo foi confirmado pelo Centro de Sismologia da USP e já consta no site do órgão, registrando magnitude de 3.6 na Escala Richter.

O abalo foi confirmado pelo comandante da PM de Júlio Mesquita que também sentiu o abalo que durou cerca de dois segundos. Já em Guaimbê, uma câmera de segurança registrou o abalo e na cidade durou cerca de 10 segundos.



O próprio Google emitiu um alerta sobre o terremoto na região.

Ao que consta, o tremor ocorreu por volta das 6h10 desta manhã e foi sentido com maior intensidade em Guaimbê, que fica a 20 km de Júlio Mesquita. Foto que circula nas redes sociais mostra que pelo menos uma casa na cidade teve rachaduras.

Pelo menos por enquanto não há informações de estragos ou vítimas. "A princípio foi só um susto mesmo", afirmou o comandante local da PM.

Além da confirmação do comandante da PM, o próprio Google já trouxe as primeiras informações: "Há relatos de tremores na região de Marília. Volte mais tarde para ver mais informações de fontes oficiais", diz a nota.

USP confirma



No site do Centro de Sismologia da USP já consta o tremor de terra ocorrido na região que teria sido mais forte ainda na cidade de Dracena (região de Presidente Prudente), com magnitude de 3.6 na Escala Richter.

Aliás, há cerca de seis meses o próprio centro já havia confirmado outro terremoto em Guaimbê que teve magnitude 3.0 mR. "No passado, já foram registrados pequenos tremores na região. Eles aconteceram em 2014 e 2015", informam os pesquisadores da USP.
Visão Notícias
Receba em primeira mao nossas noticias!
Participe de nossos grupos:
+ VEJA TAMBEM